12 DE MAIO

Kylie Jenner, que doou R$ 5 milhões em combate ao coronavírus, recordou de momento difícil que viveu ano passado. Kylie revelou aos fãs que "sangrou pela boca" durante internação de 2019. 

Como os fãs podem lembrar, a estrela perdeu o lançamento de linha de maquiagem em parceria com Olivier Rousteing, no desfile da Balmain, em Paris, em setembro, porque estava doente. 

"Oi pessoal! Então, como vocês sabem, eu estava me preparando para ir a Paris para o desfile Balmain na semana de moda para o lançamento da minha colaboração com Olivier. Infelizmente, estou muito doente e incapaz de viajar. Estou com o coração partido por perder esse desfile, mas sei que minha equipe incrível e meus amigos que estão na cidade para o evento me ajudarão a estar lá em espírito", disse ela na época.

Seis meses após o incidente e em meio à pandemia do coronavírus, os fãs vão reviver esse terrível momento na vida de Jenner, pois, de acordo com as descrições dos dois primeiros episódios da temporada 18 de Keeping Up With the Kardashians, sua doença e o cancelamento do desfile serão mostrados.

"Para aqueles que pensam que nunca tive sintomas de gripe! Tive uma infecção horrível por estreptococos e estafilococos na garganta (sangrando pela boca e tudo), foi o mais doente que já estive", comentou ela em uma conta de um fã, que postou sobre os próximos episódios do reality.

Kylie Jenner, CFDA 2018, Kardashian Widget, 2018

Amy Sussman/Shutterstock

Durante sua quarentena para conter o contágio do coronavírus, Kylie fez uma doação de R$ 5 milhões em combate à doença. 

"Estou sem palavras, meus olhos estão cheios de lágrimas de alegria e meu coração está sobrecarregado de gratidão. Fiz um desejo ao Universo de reunir máscaras protetoras para nossos bravos profissionais de saúde e hoje meu sonho se tornou realidade. Um dos meus pacientes, um uma bela anja viva acabou de doar US$ 1 milhão para nos ajudar a comprar centenas de milhares de máscaras, protetores faciais e outros equipamentos de proteção que serão entregues diretamente aos nossos socorristas, pois muitas máscaras nos hospitais estão desaparecendo antes de aparecer nos rostos dos nossos heróis da linha de frente", revelou a Dra. Thaïs Aliabadi, sobre a doação de Kylie, nas mídias sociais.

"Nunca me senti tão abençoada por ser médica, pois ajudar nossos bravos trabalhadores de pronto-socorro e UTI parece tão gratificante quanto ajudar meus próprios pacientes", revelou ela.

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.