22 DE OUTUBRRO

Kim Kardashian está evoluindo o seu estilo! Apesar dos fãs estarem acostumados a ver a estrela de KUWTK de biquíni e vestidos curtos, as coisas estão mudando.

"Eu estive refletindo bastante. Eu me toquei que eu não posso nem ver a timeline do Instagram na frente dos meus filhos sem que uma foto de nudez apareça", disse ela para a New York Magazine. "E eu definitivamente contribui para isso. Quer dizer, uma das minhas capas de revistas mais icônicas foi para a Paper, na qual eu estava cheia de óleo e rasgando o meu vestido".

Kim adicionou: "Eu também pensei que um dia eu estava na Casa Branca e no outro eu estava postando uma selfie de biquíni. Na hora eu pensava: 'Espero que eles não vejam isso. Eu tenho que voltar lá na semana que vem'".

Seja isso bom ou ruim, Kim entende que algumas pessoas a enxergam como um sex symbol. Ao falar sobre como se sente sobre isso hoje em dia, Kim disse que "pode ser complicado".

"Eu definitivamente vejo as coisas que eu trouxe para mim mesma - a maior delas sendo o assalto em Paris. Ficar ostentando joias e mostrando todos os meus passos nas redes sociais. Mas eu gosto da minha vida", dividiu ela. "Alguém me disse outro dia: 'Como é ser você?'. É demais".

Ultimamente, Kim está menos focada em acompanhar os útlimos lançamentos da moda. Ao invés isso, ela está priorizando equilibrar a sua família, seus negócios e seus estudos para se tornar uma advogada.

De acordo com a Kardashian, ser assaltada em Paris fez com que ela focasse no que realmente importa.

"Eu realmente acho que quando eu fui roubada algo foi tirado de mim (da melhor maneira possível). Todas as coisas que realmente importavam para mim - quantas bolsas eu tinha, qual carro eu dirigia... Eu ainda gosto dessas coisas, mas isso não importa. Tudo poderia acabar", disse ela. "Por tanto tempo, as pessoas tentaram me associar à essas coisas. Mas foi aí que eu pensei: 'Quer saber? Eu quero estudar Direito. Eu quero ajudar as pessoas'".

Kim continuou: "Me deixem trabalhar em minhas marcas por uns dez anos e então, um dia, eu abro mão de ser Kim K. e me torno uma advogada. Agora eu me toquei do que realmente me importa. Nenhum empresário me diria para estudar sobre a reforma do sistema prisional".

Não subestime as Kardashians!

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.