5 DE NOVEMBRO

Mais de dois anos após Billy McFarland e Ja Rule prometerem redefinir a experiência dos festivais musicais com o Fyre Festival, a briga continua.

De acordo com alguns documentos da corte obtidos pelo E! News, Kendall Jenner, Emily Ratajkowski e outras estrelas estão sendo oficialmente processadas para recuperar o dinheiro que foi pago para elas promoverem o evento polêmico. Migos, Blink 182, Lily Yachty e Pusha T também foram citados nos papéis.

O administrador quer recuperar o dinheiro pago para as agências de talentos, artistas, vendedores e outras entidades envolvidas no marketing e na produção do festival.

O processo afirma que Jenner foi paga mais de R$ 1 milhão por um post nas redes sociais. A publicação da Jenner, que faz referência à G.O.O.D. Music Family e não tinha citações de que ela foi paga para promover o festival, "fez com que o público e as pessoas que iam comprar os ingressos acreditassem" que Kanye West (que fundou a gravadora G.O.O.D.) ia se apresentar no evento. "Isso mostra uma clara falta de boa fé da parte de Jenner", foi dito.

Fyre Festival, Ja Rule, Billy McFarland

Lee/Prahl/ Splash News; Getty Images

O festival, que foi descrito como um "momento cultural criado com a mistura de música, arte e comida", ia acontecer por dois finais de semana seguidos em 2017. Porém, assim que as pessoas chegaram em Bahamas para curtir o evento, elas descobriram que vários artistas tinham desistido de participar e que não havia nada do que prometeram na propaganda lá.

O escândalo acabou ganhando repercussão mundial e inspirou até alguns documentários.

Mc Farland está cumprindo a pena de 6 anos de prisão após ser acusado de fraude eletrônica. Ja Rule não recebeu pena.

Na época de sua sentença, ele disse em um comunicado: "Eu estou muito arrependido por minhas ações e vou corrigir o mal que eu fiz para a minha família, amigos, parceiros, associados e ao público em geral. Eu sempre quis - e sonhei - fazer coisas incríveis testando os meus limites para um bem maior, mas eu tomei muitas decisões erradas e imaturas pelo caminho. Como resultado, eu estou sofrendo na prisão todos os dias e continuarei assim até que eu possa compensar um pouco do mal que fiz".

Os advogados envolvidos no caso não quiseram falar sobre o assunto ao serem questionados pelo E! News.

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.