Brittany Murphy

Getty Images

Brittany Murphy deixou o mundo de forma extremamente estranha em 2009, aos 32 anos. A morte súbita de Brittany foi notícia no mundo inteiro e até os dias de hoje especulam-se sobre a verdadeira causa.

Ao longo dos anos, a atriz foi alvo de muitos relatos sobre problemas de saúde e, além disso, ela era a favorita dos tabloides.

Ela estrelou uma das melhores comédias de todos os tempo, As Patricinhas de Beverly Hills, namorou Ashton Kutcher, ficou noiva duas vezes e acabou se casando com um rapaz que nunca havia estado no radar de Hollywood.

Murphy nunca havia sido presa, nunca tinha ido para uma reabilitação e também não era muito festeira. E nada foi mais estranho quando sua vida simplesmente parou no dia 20 de dezembro de 2009.

Brittany Murphy, Ashton Kutcher, 2002

Scott Gries/Getty Images

"Existiram tantos rumores ao longo dos anos!", disse a atriz à Cosmopolitan, em 2004. "Eu prefiro não perpetuar algo que não é verdade. Mas não, eu nunca tive um transtorno alimentar. E eu não uso drogas. Eu tomo uma taça de champanhe de vez em quando. Eu geralmente sou a pessoa dançando em uma festa, que todo mundo acha que é a intoxicada, mas eu realmente não sou".

Na época, ela estava solteira e morando com sua mãe, Sharon Murphy, em LA. A matriarca a criou sozinha após o divórcio e a atriz a chamava de "a maior do mundo" e um "pilar de força".

Depois que seu romance com Kutcher chegou ao fim, em 2003, Murphy ficou noiva de Jeff Kwatinetz, e depois de Joe Macaluso.

Brittany Murphy, Jeff Kwatinetz

Dimitrios Kambouris/Getty Images

"Depois de um rompimento leva algum tempo para o nevoeiro ir embora, mas é sempre um período de auto-prioridade e crescimento", disse ela à Cosmo. "A vida de apresenta com tantas decisões. Muitas vezes, elas estão certas. Infelizmente, os relacionamentos não funcionam. É apenas a vida seguindo seu caminho".

Em 2005, boatos de que ela era usuária de cocaína vieram à tona. "Não, só para registrar que eu nunca experimentei em toda a minha vida, eu nunca nem vi isso. Eu nem saio muito de casa, exceto para ir trabalhar".

Enquanto promovia o filme Sin City – A Cidade do Pecado, naquele mesmo ano, os rumores mudaram de drogas para um distúrbio alimentar.

Brittany Murphy, Joe Macaluso

Marsaili McGrath/Getty Images

"Eu peso o mesmo tanto que eu tinha em As Patricinhas de Beverly Hills; é que o peso do seu rosto muda à medida que você cresce e envelhece. Este é o meu corpo. Tenho orgulho disso, sou saudável".

Em 2006, ela e Macaluso terminaram o noivado amigavelmente. Naquele mesmo ano, a atriz conheceu o roteirista e diretor britânico, Simon Monjack, em uma festa e – sem o anúncio de noivado – se casou com ele, em sua casa em LA, em 2007. Eles se tornaram companheiros constantes.

Depois do casamento, os holofotes ficaram afoitos com a vida da jovem atriz e, primeiro, eles começaram a se preocupar com a fortuna dela. E a pergunta era: Quem era o homem que se casou com ela?

"Ninguém sabe disso, mas eu tirei a primeira foto de Brittany para uma revista. Era para a Jane Magazine", disse Monjack ao The New York Post, em 2008. Ele, que era quase oito anos mais velho que a atriz, revelou que Murphy era "jovem demais para tocar" quando a conheceu pela primeira vez, mas "para encurtar a história, eu fui muito paciente".

Com o seu visto expirando em fevereiro de 2007, dificuldades financeiras e um monte de filhos para criar, Monjack não era bem visto pela imprensa. Murphy aprendeu, então, a se preservar, incluindo a sua vida pessoal.

Houve uma queda de energia em sua vizinhança nas primeira horas da manhã do dia 20 de dezembro de 2009. Pouco antes da energia voltar, por volta das 03h da manhã, a atriz saiu na varanda para tomar um pouco de ar, lembrou Monjack, durante o programa Larry King Live. Ela estava ofegante e ligou para Sharon, sua mãe, para lhe ajudar.

Simon Monjack, Brittany Murphy

Michael Bezjian/Getty Images

Quando Sharon chegou até a filha, Brittany disse, segundo Monjack: "Mãe, eu estou morrendo. Eu amo você". A mãe dela continuou vivendo com o casal e foi ela quem estava com a atriz quando ela desmaiou no banheiro.

Por volta das 07h30 da manhã, Brittany disse: "Mamãe, eu realmente não me sinto bem". Quando ela desmaiou às 08h, Sharon gritou pelo genro e tentou reanimá-la com água fria do chuveiro enquanto ele ligava para a polícia, segundo a versão deles ao The Hollywood Reporter. Murphy foi levada às pressas para o Cedars-Sinai Medical Center, onde foi declarada morta às 10h04.

"A perda repentina de nossa amada Brittany é uma terrível tragédia", disse a família, em um comunicado. "Ela era nossa filha, nossa esposa, nosso amor e uma estrela brilhante. Pedimos a vocês que respeitem nossa privacidade no momento".

Isso foi apenas o começo do que viria de uma saga bizarra, cheias de reviravoltas estranhas, sobre a causa da sua morte. A atriz de Hollywood teria hoje 41 anos.

Uma autópsia foi realizada, mas a causa da morte foi adiada devido aos resultados dos exames toxicológicos. Estranhamente, o atestado de óbito emitido listava o pai de Murphy como "desconhecido", embora ele fosse conhecido. Ele era o ex-marido de Sharon, Angelo Bertolotti, e não compareceu ao funeral da filha, no dia 24 de dezembro.

Brittany Murphy

Dave M. Benett/Getty Images

Não foi de se surpreender que a questão financeira do passado de Monjack tenha sido pesquisada em poucos dias após a morte da atriz. Mas ele não se escondeu e, com a ajuda de Sharon, estava determinado a falar em nome de Murphy.

Na verdade, Monjack entrou em contato com o Access Hollywood no dia seguinte ao falecimento. "Meu mundo foi destruído ontem. Ela sofria com sintomas de gripe e desenvolveu laringite, tinha visto um médico. Ela estava cansada no final do ano, ela fez alguns filmes".

Questionado se existiu alguma má influência para a estrela, incluindo ele, Monjack respondeu: "Eu não sei porque alguém pensaria isso. Ela encontrou o amor. Nós encontramos o amor. Brittany não conseguia ser Brittany com alguém a controlando. Brittany era Brittany".

Em janeiro de 2010, Sharon e Monjack concederam uma entrevista a Larry King.

"Você quer saber o que partiu o coração de Brittany Murphy? Hollywood partiu o coração de Brittany Murphy", disse ele no programa. Questionados sobre como eles estavam lidando com a morte, Monjack respondeu: "Eu acho que não estou. Eu acho que nenhum de nós está [lidando]".

"Você acorda de manhã e é como um reconhecimento", desabafou ele. "Seus sonhos, sejam eles bons ou ruins, quando você acorda, estende a mão para tocar ou segurar minha esposa e ela não está lá".

Ele também continuou insistindo que Murphy não sofria com anorexia, um boato que a atormentou durante anos, e que ela não era usuária de drogas.

Brittany Murphy, Simon Monjack

AP PHoto/Dan Steinberg

No dia 25 de fevereiro de 2010, constatou-se que a morte dela foi considerada um acidente, causada por pneumonia, anemia e intoxicação por múltiplas drogas. Sua deficiência por ferro explicava a autópsia, que "leva a um estado de saúde debilitado e aumentaria sua vulnerabilidade à infecção".

As substâncias encontradas em seu corpo incluíam Acetaminofeno, conhecido como Paracetamol, e Hidrocodona, ambos encontrados no remédio Vicodin; Clorfeniramina, um ingrediente ativo em medicamentos de venda livre; e Levometanfetamina, componente de alguns inaladores que aliviam a pneumonia.

"Os possíveis efeitos fisiológicos adversos dos níveis elevados desses medicamentos não podem ser descartados, especialmente em seu estado enfraquecido", dizia o relatório. A morte da atriz foi "acidental, mas evitável", afirmou Ed Winter, delegado-chefe do Condado de Los Angeles, na época.

"Embora o relatório da autópsia de Brittany tenha sido incrivelmente chocante e triste para a família, para mim, Sharon e eu choramos", disse Monjack ao Radar Online. "Estamos convencidos de que Brittany nunca fez uso de substâncias ilegais. Como o homem mais difamado dos Estados Unidos, espero que as pessoas não acreditem em nada que veem ou leem. Eu amo minha esposa desde quando eu me casei com ela".

Naquele mês, a Brittany Murphy Foundation, lançada pelo próprio viúvo, acabar fechando as portas por falta de registros e legitimidade.

Poucos meses depois, Monjack supostamente estava trabalhando novamente para a fundação voltar a funcionar, quando ele faleceu, aos 40 anos, no dia 23 de maio de 2010, na mesma casa de West Hollywood, onde ele continuou morando com a sogra, Sharon.

Estranhamente, a própria Murphy não queria mais morar lá. Depois de quatro anos, ela sentiu que a casa era azarada. Um mês depois que ela morreu, Monjack disse ao The Hollywood Reporter que a atriz queria vender a residência e se mudar para New York. Ela queria formar uma família.

Sharon Murphy, Simon Monjack, Brittany Murphy

CNN's Larry King Live

Roger Neal, publicitário do viúvo, disse que seu cliente parecia bem quando o viu pela última vez, dois dias antes da morte dele. No entanto, Monjack tinha um problema cardíaco e planejava fazer uma cirurgia. "Ele era um homem cheio de vida e animado com o futuro", disse Neal, acrescentando que Sharon estava "devastada" com a morte do genro.

"Ela é uma mulher muito forte, não sei como ela lida com algo assim", acrescentou Neal. "Sharon tinha Simon como um filho. Eles eram uma família muito próxima".

Monjack foi enterrado ao lado de Murphy no Forest Lawn Memorial Park, em Hollywood. A autópsia foi divulgada em julho de 2010 e detectaram as mesmas causas da morte da atriz, ou seja, pneumonia e anemia.

Com isso, as teorias da conspiração começaram a surgir euforicamente. Sharon divulgou um comunicado pedindo que as pessoas "parassem com as insensatas imprudências de que minha filha e meu genro abusaram de qualquer tipo de medicamento prescrito".

Naquela época, criou-se uma teoria de que um tipo de mofo tóxico havia matado o casal ganhou força, depois que o TMZ informou que o Departamento de Saúde Pública do Condado de LA estava analisando a possibilidade.

Sharon negou as informações e disse que ninguém a pediu para "inspecionar minha casa em busca de mofo". No entanto, em dezembro de 2011, ela entrou com um processo contra seus ex-advogados, que a aconselharam a aceitar um acordo dos construtores da casa, dos quais ela acreditava terem sido desonestos sobre possíveis defeitos na residência.

Os resultados de uma revisão ambiental nunca foram divulgados, por isso nunca foi confirmado algum tipo de mofo no local.

Sharon vendeu a casa por U$ 2,7 milhões, em julho de 2011. Ela finalmente desistiu da sua ação em 2013.

Brittany Murphy, Simon Monjack

John Parra/Getty Images

Em janeiro de 2012, o pai de Brittany, Angelo, processou o Departamento de Coronel do Condado de LA devido às descobertas deles, e solicitou um teste das amostras dos restos mortais da filha para a verificação de outras toxinas e metais pesados.

Um juíz parou o processo, mas Angelo contratou um laboratório independente para fazer o teste em mechas de cabelo da atriz, insistindo que o envenenamento por Arsênio poderia ser confundido com anemia.

Em 2013, ele afirmou que os resultados haviam mostrado vestígios de "metais pesados", incluindo o Bário, que pode ser encontrado em veneno de rato. O relatório independente, obtido pela CNN, informava:

"Se tivéssemos de eliminar a possibilidade de exposição simultânea de metais pesados acidentais ao doador da amostra, a única explicação lógica seria uma exposição a esse metais (toxinas) administrada por uma terceira pessoa com uma intenção criminosa".

"É muito suspeito", disse Angelo ao HLN, em novembro. "Eu sinto que ela foi envenenada e não há dúvidas sobre isso. Ela foi assassinada".

Na época, o Dr. Bruce Goldberger, Diretor da Medicina Forense da Universidade da Flórida, classificou o resultado como "ridículo" e a acusação de intenção criminosa "uma alegação infundada e escandalosa a partir de um exame feito por uma simples mecha de cabelo".

Goldberger disse que você não poderia determinar se alguém havia sido envenenado com uma mecha de cabelo e que o nível de produtos químicos era alto devido à coloração de fios – e Murphy tinha, de fato, mudado a cor das madeixas diversas vezes.

O Condado de Los Angeles concluiu que não mudaria a conclusão da morte de Murphy. Assim, ela permaneceu no coração de todos os fãs.

Em abril de 2014, Algo Maligno, o último filme da atriz foi finalmente lançado, e em setembro daquele mesmo ano, um documentário, The Brittany Murphy Story, passou a ser exibido na TV,

"Estou revoltado e indignado com o fato de que a Lifetime ter decidido produzir um projeto tão desprezível, poluindo a memória da minha linda e talentosa filha, Brittany Murphy", disse o pai da estrela, ao Examiner, na época.

Brittany Murphy, Sharon Murphy

Rebecca Sapp/WireImage

Em 2015, a atriz Jaime Pressly participou do Hollywood Medium e concluiu que quem estava tentando se conectar com ela era Murphy. Depois da morte da atriz, os paparazzi perguntaram a Jaime se as duas eram amigas, e ela respondeu: "Eu era antes de ele se casar com ela".

Em 2009, fontes da People disseram que pouquíssimas pessoas gostavam de Monjack, mas que a atriz tentava fazer o relacionamento dar certo.

"Ela está culpando uma influência externa", disse Tyler Henry, apresentador do Hollywood Medium, à Pressly. "E dizendo que ela estava em uma situação muito manipuladora, que prejudicava muitas de suas ações".

O caso parecia finalmente destinado ao descanso, quando em 2016, Dr. Cyril Wecht, patologista forense, disse ao E! News que, com base no teste de cabelo de 2013, ele teria reaberto o caso de Murphy.

"Você tem duas pessoas – um marido e uma esposa – morrendo com cinco meses após o outro. E, sem se envolver em nenhuma especulação selvagem, com dois jovens morrendo com essa diferença, você precisa dar uma olhada, eu ainda não sei o que aconteceu", disse Wecht.

Brittany Murphy

Getty Images

No entanto, Ed Winter, delegado-chefe do Condado de Los Angeles, reiterou ao E! News novamente que os metais encontrados na mecha de cabelo eram devidos à tintura de cabelo de Murphy.

"Ela não foi envenenada e estamos de acordo com a causa da morte. Ela morreu de medicamento de venda livre, pneumonia e anemia", disse ele. "Para ser honesto, seria preciso de algo como uma confissão. Algo que conecte alguém com isso, provas concretas", acrescentou Winter, sobre a reabertura do caso.

Sharon Murphy não quis comentar o assunto, mas Neal disse ao E! News, em março de 2016, que ela havia "verificado" todas as tarefas pendentes sobre a morte da filha.

"O mundo inteiro dela desmoronou", contou ele. "Eu não sei como ela fez isso. Eu me senti tão mal por ela. Ela é uma pessoa muito forte. Eu não sei como ela não teve um colapso mental. Ela sofreu muito e depois teve que suportar a mãe de Simon e o pai de Brittany dizendo que ela teve algo com isso".

Em maio de 2016, a mansão onde Sharon, Brittany e Monjack viveram voltou ao mercado por U$ 19,75 milhões, tendo sida completamente destruída e refeita com detalhes mais modernos.

O pai da atriz queria outras respostas, mas disse ao Radar Online, em fevereiro de 2017, que ele havia "perdido as esperanças".

"Meu pai explorou todas as possibilidades, mas ele precisa seguir em frente com a sua vida", revelou Jeff Bertolotti, filho de Angelo. "Ele não está bem".

Sharon permanece longe dos olhos do público.

Brittany Murphy House

PacificCoastNews

Em 2002, Murphy disse à Drew Barrymore, em entrevista à Interview, que se ela pudesse morrer e voltar à vida, ela retornaria como uma árvore sequoia. Ela não explicou o motivo, mas sua longevidade é uma possibilidade.

Questionada sobre como ela gostaria de morrer, a atriz respondeu: "Sem dor. Eu gostaria de ser muito, muito, muito, muito velha. Com toda essa tecnologia que estamos inventando, as pessoas estão tendo vidas mais longas. É assustador, mas ao mesmo tempo muito animador. Então, eu gostaria de ser feliz e saudável, e viver o mais tempo possível".

Sete anos depois, ela se foi.

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.