Johnny Depp

Gregg Williams

Johnny Depp ainda está lutando contra os ocorridos durante seu relacionamento com Amber Heard. Em entrevista à nova edição da revista GQ, Depp, que também foi processado após suposta agressão em set de filmagem, falou sobre o assunto, inclusive as alegações de abuso contra Heard.

Questionado sobre o suposto ataque à atriz em maio de 2016, o ator disse: "Ela estava em uma festa no dia seguinte. Seu olho não estava fechado. Ela tinha seus cabelos sobre os olhos, mas você podia ver que o olho não estava fechado".

Ele continuou: "Com sete metros de distância dela, como é que vou bater nela? Que, a propósito, é a última coisa que eu teria feito. Eu posso parecer um idiota, mas eu não sou a merda de um idiota".

Amber Heard, Johnny Depp

Jason Kempin/Getty Images

Já sobre as provas que a polícia teria pedido na época, Depp explicou: "Quero dizer, eles falaram com a polícia, mas a polícia não viu nada e eles ofereceram a ela um técnico de emergência médica. Ela disse que não".

Ele, então, insistiu: "A polícia não viu nada. A polícia não viu nada quebrado no local, sem marcas e então eles ofereceram um técnico de emergência médica para dar uma olhada nela e ela disse que não e eu não sei se foi no dia seguinte ou alguns dias depois, mas aí era uma contusão. Havia uma marca vermelha e depois uma contusão marrom".

O ator assume que ele tem sido agressivo com os paparazzi, mas dizer que ele seria assim com alguém que ele ama "não poderia nem soar como eu". Ele nunca se dirigiu publicamente ao suposto incidente até agora porque achava que não valia a pena "entrar em uma competição de mijo com alguém".

Amber Heard, Johnny Depp, Lily-Rose Depp

David X Prutting/BFA/REX/Shutterstock

No entanto, ele lamenta o modo como o ocorrido afetou seus filhos. Depp refletiu: "Como alguém poderia sair com algo assim contra alguém, quando não há verdade nisso? Tenho certeza que não foi fácil para o meu filho de 14 anos ir à escola, você sabe o que quero dizer?".

"Com as pessoas dizendo ‘Ei, olha esta revista, cara. Seu pai bate em garotas ou algo assim?'. Por que ele teve que passar por isso? Por que minha filha teve que passar por isso?. Nós, provavelmente, não deveríamos estar falando sobre isso, mas estou preocupado. Eu me preocupado com as pessoas que acreditaram nisso e me preocupo com ela. Simplesmente não está certo".

Depp continua: "Eu nunca vou parar de lutar. Eu nunca vou parar. Eles teriam que me matar. Um episódio como esse leva tempo para acabar. É um luto por alguém que você pensou que fosse...alguma coisa. Eu quero a verdade. Essa é realmente a minha maior obsessão no mundo. É apenas a porr* da verdade".

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.