Emma Stone

Dimitrios Kambouris/Getty Images

Emma Stone abriu o jogo sobre a sua luta contra a ansiedade em uma entrevista para o Dr. Harold S. Koplewicz!

Segundo a atriz, por causa da ansiedade, ela tinha ataques de pânico quando era criança. O primeiro foi quando ela tinha somente 7 anos: "Após a primeira série e antes da segunda, eu tive meu primeiro ataque de pânico. Foi muito, muito assustador".

"Eu estava na casa de uma amiga e, de repente, eu estava convencida de que a casa estava pegando fogo. Eu estava sentada no quarto dela e obviamente não estava acontecendo um incêndio, mas não havia nada em mim que pensasse que não iríamos morrer", continuou a atriz.

Os ataques continuaram acontecendo por dois anos. Emma afirmou que não podia ir para a casa das amigas e que ir para a escola também era difícil porque ela sempre acabava na enfermaria. No fim, ela decidiu ir para a terapia e durante as sessões chegou a fazer um livro encadernado chamado "Eu sou mais do que a minha ansiedade". A mãe da atriz ainda tem ele.

"Eu desenhei um monstrinho verde que ficava no meu ombro, conversava comigo e me dizia várias coisas que não eram verdade. E todas as vezes que eu ouvia ele, ele ficava maior. Se eu o ouço o bastante, ele me esmaga. Mas se eu ignoro e continuo fazendo o que estou fazendo – deixo ele falar comigo, mas não dou o crédito que ele precisa – ele diminui e some", afirmou Emma em uma entrevista para a revista Rolling Stone.

Hoje em dia, a atriz ainda tem ataques, mas ela afirmou que está controlando eles com terapia e meditação. Outra coisa que ajuda é falar com as pessoas que ela ama quando está se sentindo sozinha.

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.