Como Demi Lovato planeja se recuperar e buscar a sobriedade

Confira!

por Sarah Grossbart | Traduzido Por Sally Borges | 16 ago, 2018 16:52Tags
Demi LovatoCindy Ord/Getty Images for Mastercard

Demi Lovato está pronta para dar a volta por cima. Demi sofreu uma overdose no dia 24 de julho e, desde então, segue em tratamento para se recuperar do vício. E mesmo não deixando muito claro que estava passando por maus momentos, seus fãs já estavam atentos com suas ações.

O último show da cantora aconteceu no dia 22 de julho, em California Mid-State Fair, em Paso Robles. Na hora de cantar Sober, a música que diz que ela não está mais sóbria, Demi deixou de cantar o trecho "Me desculpem por estar aqui de novo/Eu prometo que vou conseguir ajuda".

"Fod*-se, eu esqueci as palavras", disse ela, que riu em seguida. "Todos nós rimos porque ela riu também", revelou a lovatic, Fernanda Martinez à People. "Nós achamos que estávamos pensando demais nisso". Mas teria sido um aviso?

leia também
Demi Lovato deixa rehab temporariamente para tratamento em Chicago

Aos 25 anos e em sua primeira turnê mundial em três anos, a cantora "queria ser mais social e fora dos padrões", segundo uma fonte do E! News. Quando Demi passou a beber demais, seus amigos demonstraram preocupação.

Entretanto, ela insistiu que estava tudo sob controle. "Todo mundo havia insistido para que ela procurasse ajuda com seu orientador e buscasse tratamento novamente. Mas Demi achou que poderia lidar com isso sozinha", disse a fonte.

Kevin Mazur/Getty Images for PhilyMack

Depois de passar 11 dias internada no Cedars-Sinai Medical Center, recebendo as visitas de sua mãe, Dianna De La Garza, das irmãs, Dallas Lovato e Madison De La Garza, e do ex-namorado, Wilmer Valderrama, Demi compartilhou um recado aos seus fãs nas redes sociais.

"O que eu aprendi é que esta doença não é algo que desaparece ou enfraquece com o tempo. É algo que eu devo continuar a superar e eu ainda não fiz".

Anos se passaram desde quando ela recebeu seu diagnóstico – transtorno bipolar, abuso de substâncias, bulimia e ansiedade. Após o último ocorrido com a cantora, os fãs lotaram o Twitter com a hashtag #HowDemiHasHelpedMe.

Julian Mackler/BFA/REX/Shutterstock

"Ela queria mais liberdade e começou a se afastar", disse uma amiga de Demi à People. "A doença que Demi tem é um vício mentiroso. Está dizendo a ela que ela pode usar só um pouquinho. Isso a levou a acreditar no mito da moderação e do consumo controlado, o que absolutamente não funciona quando você é um viciado".

Depois de deixar o hospital, no dia 4 de agosto, Demi foi direto para um centro de reabilitação. Ela fez apenas uma breve viagem para Chicago para se encontrar com uma terapeuta especializada em sobriedade, saúde mental e bem-estar.

"Ela estará em reabilitação por vários meses", disse um informante ao E! News. "Ela está fazendo um extensivo programa para garantir que ela receba a ajuda necessária. Ela está muito envergonhada. A família dela diz que a reabilitação é a única resposta e não a deixa dizer não".

Brian Friedman/NBC

E quanto aos amigos? "Ela estava saindo com o grupo errado de amigos", contou a fonte. Seu agente, Phil McIntyre, bloqueou o telefone dela por ser a "porta de entrada" para traficantes, festeiros e outras influências doentias.

A mãe da cantora e a sua equipe de gerenciamento "querem se certificar que ela cortou os laços com todos os seus amigos. Ela não esteve em comunicação com ninguém e está realmente se concentrando em si mesma".

"A família está tentando garantir que eles eliminem todas as distrações e quer que ela se concentre em sua saúde agora". Demi deseja uma recuperação por completo e uma volta aos estúdios e palcos em breve.

Assim como diz seu comunicado. "Agora eu preciso de tempo para me curar e focar na minha sobriedade e caminha para a recuperação. O amor que vocês me mostraram nunca será esquecido. Vou continuar lutando".

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!