Amber Heard, Johnny Depp

Jason Kempin/Getty Images

Johnny Depp, que revelou estar saudável após preocupar fãs com sua aparência, decidiu fazer uma reflexão dos últimos acontecimentos de sua vida em entrvista à Rolling Stone! Johnny fez revelações chocantes e além do polêmico divórcio com Amber Heard, também falou sobre seus problemas financeiros.

"Eu cheguei mais fundo do que eu achei que conseguiria. O próximo passo foi, 'Você vai chegar em algum lugar com seus olhos abertos e vai deixar o local com olhos fechados'. Eu não poderia aguentar aquela dor todos os dias", disse ele.

O ator ainda revelou que para lidar com seus sentimentos, começou a escrever suas memórias em uma máquina de escrever.

"Eu despejava vodka em mim de manhã e começava a escrever até que as lágrimas tomavam conta dos meus olhos e eu não conseguia mais enxergar mais as páginas. Eu fiquei tentando descobrir o que eu tinha feito para merecer isso. Eu tentei ser gentil com todos. Ajudar todos, ser verdadeiro com todos... A verdade é o mais importante pra mim. E ainda sim isso tudo aconteceu", revelou ele.

Johnny Depp

MAX/IPx/AP Images

Depp também abordou algumas passagens excêntricas de sua vida, incluindo uma batalha jurídica em curso no qual ele pagou a um engenheiro de som para alimentá-lo no set através de um fone de ouvido. Segundo ele eram sons que o ajudavam a se emocionar.
 
"Tinha gaitas de foles, um bebê chorando e bombas explodindo", explicou Depp à revista. "Isso cria uma verdade. Alguns dos meus maiores heróis estavam no cinema mudo... Tinha que estar por trás do olhar. E eu sinto que, se não há verdade atrás do olhar, não importa o que as palavras são".
 
Ele também lembrou de quando tomou metaqualona com "só um pouquinho de arsênico". Como ele disse, "o barato era muito mais imediato". O efeito também aparentemente o fez querer ser socado por um segurança uma vez. "Você também queria sorrir e apenas ser feliz com seus amigos, ou transar, ou brigar", disse o ator.
 
Quanto ao seu orçamento para o vinho, "é insultante dizer que gastei 30 mil dólares em vinho ... porque foi muito mais".
 
O artigo está na revista Rolling Stone que chegará às bancas no dia 26 de junho.
 
  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.