Kim Kardashian, Alice Johnson

Nathan Congleton - NBC News/TODAY

Alice Johnson finalmente conheceu a mulher responsável pela sua liberdade.

Depois de passar 20 anos de prisão perpétua por tráfico de drogas, Alice, de 63 anos, foi libertada após Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, mudar a sua sentença este mês.

Se não fosse por Kim Kardashian, a bisavó poderia ter passado o resto de sua vida atrás das grades. "Isso se tornou uma missão que eu simplesmente não queria desistir", disse Kim, sobre querer ganhar a liberdade de Johnson, durante uma entrevista ao Today, exibida nesta quinta-feira, 14.

"Eu liguei para Ivanka [Trump] e tivemos uma ótima conversa sobre mulheres e querendo ajudar umas às outras e eu sabia que ela entenderia Alice. Ela foi tão receptiva e ótima", elogiou a estrela de KUWTK.

Embora alguns tenham criticado Kim pelo fato de ela ser famosa e se aproveitar da situação, a morena explicou que isso não foi o caso. "Nós conversamos e trabalhamos nisso durante sete meses, não foi uma coisa espontânea", disse ela, que não era conhecida pela própria Alice.

"Eu não sabia o nome dela. Eu não conhecia a Kim", disse a senhora, que tratou de fazer a lição de casa e reuniu tudo o que já havia saído sobre a estrela na mídia. E, coincidentemente, Kim teve a reunião com Trump no aniversário de Alice. "Foi impressionante da melhor maneira possível", revelou Kim.

"Quando ela disse que [eu poderia ir pra casa], fiz uma dança sagrada Pentacostal", contou Alice. "Eu amo essa mulher", disse a morena de KUWTK. "Eu amo essa moça", respondeu a senhora.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.