Giovanna Ewbank, Bruno Gagliasso, Titi

Instagram/@brunogagliasso

Preconceito zero!

O racismo é algo que, infelizmente, ainda está muito presente no mundo. Nesta semana, por exemplo, Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank denunciaram Day McCarthy após os ataques racistas que ela fez contra a filha deles, de apenas 4 anos, Titi, nas redes sociais. Lamentável!

BRUNO GAGLIASSO SOBRE RACISMO DE SOCIALITE: "NÃO VAI FICAR IMPUNE"

Assim como Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, muitas outras celebridades, nacionais e internacionais, já sofreram ou presenciaram o preconceito racial e, por conta disso, tentam fazer a diferença eliminando esse ato. Confira, a seguir, alguns famosos que lutam contra o racismo:

DRAKE É VÍTIMA DE RACISMO EM COUNTRY CLUB DA CALIFÓRNIA

Taís Araújo e Lázaro Ramos

Assim como Bruno e Giovanna, o casal também já foi alvo de racismo nas redes sociais. Em agosto, durante o TEDxSãoPaulo, Taís criticou o racismo ao dizer: "No Brasil, a cor do meu filho é o que faz que as pessoas mudem de calçada, segurem suas bolsas, blindem os seus carros". Além disso, a atriz é Defensora dos Direitos das Mulheres Negras da ONU Mulheres.

Taís Araújo, Lázaro Ramos

Reprodução/Instagram

 

Karol Conká

A cantora brasileira faz questão de lutar contra o racismo. Em entrevista ao HuffPost Brasil, Karol disse: "É muito importante ter esse tipo de música porque existem muitas meninas frustradas precisando de uma palavra de conforto [...] Acredito que quando a gente ouve uma música com palavra de conforto, de alguém que te entende, a gente pode se sentir melhor".

Karol Conka, Instagram

Instagram/@karolconka

 

Viola Davis

Em 2015, a atriz norte-americana se tornou a primeira mulher negra a ganhar um Emmy de Melhor Atriz na Categoria Série Dramática. Em seu aclamado discurso, Viola disse: "A única coisa que separa as mulheres negras de qualquer outra pessoa é a oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem".

Viola Davis, Show, American Music Awards 2017, AMAs

Kevin Winter/Getty Images

 

Lupita Nyong'o

Em 2014, Lupita Nyong'o ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme 12 Anos de Escravidão e, após a premiação, também falou da sua luta contra o racismo. Ela disse: "Sim, padrões de beleza ocidentais são coisas que afetam o mundo inteiro. E, então, o que acontece? Você está em uma sociedade que não valoriza a pele mais escura".

CFDA Awards 2017, Lupita Nyong'o

Evan Agostini/Invision/AP

 

Oprah Winfrey

A apresentadora reconheceu publicamente que o racismo ainda é um problema em todo o mundo. Em polêmica entrevista à BBC, Oprah disse que as gerações foram "marginadas" no racismo. "Enquanto as pessoas forem julgadas pela cor de sua pele, o problema ainda não está resolvido. Ainda há gerações de pessoas mais velhas que nasceram e criaram nesse preconceito. Elas só precisam morrer".

Oprah Winfrey

Tibrina Hobson/Getty Images

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.