Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank, Titi

André Nicolau

Confira

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank finalmente souberam os autores dos ataques racistas à pequena Titi, feitos em novembro deste ano. Segundo o jornal Extra, as polícias civis de São Paulo e do Rio de Janeiro constataram, durante a investigação, que os autores dos ataques à filha de Bruno e Giovanna, nas redes sociais, foram dois adolescentes de 14 e 17 anos. Lamentável!

FÃ CRIA BONECA DE TITI, FILHA DE GIOVANNA EWBANK E BRUNO GAGLIASSO

De acordo com o veículo, os policiais cumpriram alguns mandados de busca e apreensão e conduziram sete pessoas à delegacia para prestar esclarecimentos. Um adolescente de 17 anos confessou ser um dos autores dos ataques, enquanto outra jovem, de 14, teria criado um perfil falso para fazer as ofensas, acreditando que ficaria impune. Ela também confessou o ato na delegacia.

FILHA DE BRUNO GAGLIASSO IMITA A TATUAGEM DO PAI NO BRAÇO

Ainda segundo o jornal, alguns celulares foram apreendidos durante a operação policial. Os mandados foram cumpridos em Guarulhos e em Itaquaquecetuba, ambos no estado de São Paulo. "O curioso é que os dois adolescentes eram de cor parda. Eles vão responder por ato infracional. Acreditaram que não ia dar em nada e se disseram arrependidos", disse Daniela Terra, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.