Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank, Titi

Instagram

Saiba detalhes

Bruno Gagliasso fez questão de ir à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática para denunciar os ataques racistas direcionados à Titi, sua filha de dois anos com Giovanna Ewbank. Bruno esteve no local na manhã desta quarta-feira, 16, e falou com a imprensa sobre as mensagens preconceituosas.

BRUNO GAGLIASSO E GIOVANNA EWBANK POSAM AGARRADOS À FILHA TITI

Logo depois de prestar queixa, o ator falou aos jornalistas que espera a punição dos envolvidos. "Racismo se combate com amor e justiça. E é por isso que eu estou aqui, para ir atrás de quem fez. Eu tenho 100% de certeza que a polícia vai achar e vão ter que pagar pelo o que fizeram. Não foi o primeiro, mas espero que seja o último. Que esse caso sirva de exemplo e eu vou até o final", disse o ator.

BRUNO GAGLIASSO POSTA FOTO DE MÃOS DADAS COM A FILHA TITI NO INSTAGRAM

A delegada do caso, Daniela Terra, também falou sobre a denúncia. "Não adianta apagar o perfil ou os comentários. A Polícia Civil tem tecnologia suficiente para identificar esses criminosos, que serão punidos ao rigor da lei. No caso específico, eles vão responder pela injúria qualificada e pelo crime de racismo, previsto na Lei de Racismo, Artigo 22", disse ela.

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.