Adele achou que filho era pior decisão da vida ao falar de depressão pós-parto

Adele achou que filho era pior decisão da vida ao falar de depressão pós-parto

por Sally Borges 31 out, 2016 17:51Tags
Adele, Vanity FairTom Munro for Vanity Fair

Veja!

Adele, que fez cara feia na hora de malhar, não costuma falar muito sobre a sua vida pessoal. Entretanto, Adele resolveu abrir o coração e, em entrevista à nova edição da revista Vanity Fair, revelou detalhes da sua maternidade e da sua luta contra a depressão pós-parto. Força, Adele!

ADELE DIZ QUE DEDICOU SEU SHOW PARA BRAD E ANGELINA DE BRINCADEIRA

"Eu tenho um lado muito escuro, estou muito disponível para a depressão. Eu posso entrar e sair facilmente. Isso começou quando meu avô morreu, quando eu tinha 10 anos, e enquanto eu não tinha pensamentos suicidas, eu estive em muitas terapias", revelou a cantora, que ainda precisou lidar com o distúrbio após o nascimento do filho, Angelo Konecki, de quatro anos.

ADELE ACEITA CONVITE PARA CASAMENTO DE FÃS DURANTE SHOW

"Meu conhecimento sobre pós-parto – ou pós-natal, como chamamos na Inglaterra – é que você não quer estar com seu filho, você se preocupa em machucar o seu filho, você se preocupa em não estar fazendo um bom trabalho. Mas, eu estava obcecada pelo meu filho, eu me sentia muito inadequada. Eu senti que tinha feito a pior decisão da minha vida", revelou Adele, que tem medo de ter outro bebê.

ADELE FAZ VIDEOCONFERÊNCIA COM FÃ QUE NÃO CONSEGUIA IR AO SHOW

"Pode vir de muitas formas diferentes. Você está constantemente tentando compensar as coisas quando se é mãe", completou a estrela, que agora deixa a sua agenda, tanto profissional quanto pessoal, à disposição do filho. "Eu não me importo, por causa do amor que eu sinto por ele. Eu não me importo se eu não conseguir fazer alguma coisa pra mim novamente", disse ela.

ADELE RECUSA CONVITE PARA SE APRESENTAR NO SUPER BOWL 2017

Aliás, Adele tem feito muito pelo filho, tanto que parou de beber e fumar por causa do herdeiro. "Ter uma ressaca com uma criança é uma tortura. Desde quando eu tive o meu bebê, eu não sou tão despreocupada como eu costumava ser. Estou com medo de muitas coisas agora, pois não quero morrer. Eu quero estar com meu filho. Sou muito cautelosa", contou a estrela.

ADELE GRAVA VÍDEO ABATIDA E PEDE DESCULPAS POR CANCELAMENTO DE SHOW

Por fim, Adele revelou que gostava de ficar bêbada, mas que parou de beber porque não se lembraria dos seus atos, ainda mais sendo famosa. Ela também falou de Simon Konecki, com que está junto há cinco anos. "É o relacionamento mais sério que já estive, temos uma criança juntos e vivemos juntos", disse a estrela, que não abre mão da sua família. "Se meu relacionamento com Simon ou Angelo se debatesse um pouco agora, eu iria sair da minha turnê. Minha vida é mais importante para mim do que qualquer coisa que eu esteja fazendo", finalizou.