Loch Ness

Apple Maps

Entenda essa história!

O Apple Maps pode até te levar para a direção errada, no meio do nada, e ainda ter a cara de pau de dizer que você chegou ao seu destino. Entretanto, ele conseguiu uma coisa que o Google Maps não conseguiu: encontrar o monstro do lago Ness – pelo menos é isso que estão dizendo os integrantes do fã clube da criatura.

Gary Campbell, presidente do fã clube, afirma que é possível ver "a silhueta branca e fantasmagórica" e as "grandes nadadeiras" do monstro na imagem, disponível no iPad e no iPhone, que mostra o sul de Dores, na Escócia.

Teoria de fã muda o final de Harry Potter – entenda!

Campbell, que afirma ter visto o monstro do lago Ness com seus próprios olhos, em 1996, contou à emissora ABC News que enviou a imagem para veículos e para o governo escocês e que "ninguém conseguiu explicar o que era".

"É bem grande, então não é uma foca ou uma lontra. Também não é uma baleia e nem um tubarão, como algumas pessoas afirmam, porque eles não estariam na água doce", afirmou ele, que junto com mais 350 integrantes do fã clube, passou os últimos seis meses investigando a foto do Apple Maps.

A origem sombria de alguns filmes da Disney

"A imagem parece mostrar as ondas formadas por um barco, mas não há nenhum barco", disse Campbell ao Daily Mail.

Loch Ness

Mick West/Twitter

Mas, infelizmente, tudo leva a crer que é apenas um barco #chateados.

"Fotos assim não são perfeitas. Por exemplo, se uma foto tem um barco desfocado (como eles ficam quando são fotografados do espaço) e outra foto é só da água, o resultado é a sombra desfocada de um barco, que é o que está nessa foto do monstro do lago Ness", explicou o biólogo marinho David Thaler.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.