Taylor Lautner, Kristen Stewart, Robert Pattinson, Twilight Eclipse

Summit Entertainment

Entenda as acusações e quem entrou na justiça contra a saga

Robert Pattinson, Kristen Stewart, Twilight, Eclipse

Kimberley French / Summit Entertainment

Após mais de um ano desde o lançamento do último filme saga Crepúsculo, as produtoras responsáveis pela franquia, Lionsgate e Summit, receberam um baita susto. Crepúsculo - que teve cena extra divulgada na Internet - se tornou alvo de um processo inusitado! Between the Lines Productions, estúdio por trás da paródia TwiHarder, entrou com uma ação judicial acusando a franquia de perversão sexual e racismo.

No processo, segundo o site The Wrap, o estúdio da paródia diz que Crepúsculo coloca como ponto central a "luxúria e eventuais relações sexuais entre uma garota de 17 anos, a humana Bella Swan (Kristen Stewart), e um personagem masculino, o vampiro Edward Cullen (Robert Pattinson), que tem quase 100 anos a mais".

ROBERT PATTINSON E KRISTEN STEWART SÃO VISTOS JUNTOS! FOTOS!

Sobre a acusação de racismo, Between the Lines relata: "Estereótipos unidimensionais sobre nativos norte-americanos e a cultura indígena, por meio da representação do personagem Jacob Black como um ‘bom selvagem', ‘guerreiro sedento por sangue' e ‘predador sexual'. E enfatiza hierarquias sócio-políticas e poder econômico baseadas na cor da pele em vez de traços de personalidade ou realizações".

Robert Pattinson diz que nunca sentiu necessidade de perdoar Kristen Stewart

O filme, que uniu Robert Pattinson e Kristen Stewart como protagonistas da saga e consequentemente namorados na vida real, também foi acusado de retratar a violência doméstica.

Kristen Stewart, Robert Pattinson, Twilight

Depois da surpresa nada agradável, os fãs de Crepúsculo devem estar pensando: "vê se eu posso com uma coisa dessas".

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

A Between the Lines já havia processado os estúdios de Crepúsculo anteriormente, pedindo US$ 500 milhões pela suposta sabotagem de TwiHarder. No dia seguinte da acusação, a produtora desistiu voluntariamente do processo.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.