John Legend

Ian Gavan/Getty Images for Gucci

Apesar da explicação, declaração é bizarra! LEIA!

John Legend

Rahav Segev/WireImage

Dono dos hits Green Light e Ordinary People, John Legend fez uma declaração um tanto bizarra nessa quinta-feira, 13, ao jornal inglês The Guardian.

O cantor, de 34 anos – cujo nome verdadeiro é John Stephens – disse que seria um músico melhor se sua infância tivesse sido um pouco pior e seus pais fossem mais rígidos com ele. Mas usou o termo pesado "maltratado", que tem como sinônimos injuriado, insultado, ofendido e prejudicado.

"Às vezes eu queria que tivesse sido mais maltratado. Talvez isso tivesse me feito mais interessante como artista. Seria um músico melhor se minha infância tivesse sido um pouco pior e meus pais fossem mais rígidos", disse ele ao jornal.

Apesar de insistir que não foi atormentado quando criança, o astro nem sempre teve uma vida tranquila porque ele vivenciou o divórcio de seus pais, Phyllis e Ronald, e viu sua família desmoronar.

"Eu não sei [porque não fui atormentado]. Todo mundo tem seus demônios. Eu passei pelo divórcio dos meus pais, tivemos problemas com minha família, as coisas que foram difíceis. Mas tenho um temperamento equilibrado. Meu emocional não vai aos extremos", disse ele.

John Legend alcançou a fama internacional em 2001, ganhou cinco Grammys e já fez parcerias com famosos como Kanye West, Jay-Z, Alicia Keys, Mariah Carey e até a brasileira Ana Carolina (Entreolhares).

John Legend, Oprah Winfrey

OWN

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.