Lindsay Lohan, Piers Morgan

AKM-GSI, CNN

Confira os melhores momentos da entrevista da atriz com Piers Morgan

Por muito pouco Lindsay Lohan não perdeu o prazo estipulado pela justiça para voltar à rehab. Mas antes de se internar, a atriz conversou com Piers Morgan, da CNN, para o jornal britânico Daily Mail sobre seus momentos mais difíceis e como não mudaria nada em seu passado.

Siga o E! Online Brasil no Twitter

"Acredito que as coisas acontecem por uma razão. Eu vivo sem arrependimentos. Há certas coisas que fiz, erros que cometi, e que não mudaria, mas eu não me arrependo de todos eles, porque aprendi com eles", declarou LiLo.

Apesar de toda fama e de ter começado muito cedo em Hollywood, a atriz afirmou que viveu uma adolescência relativamente comum, revelando que só experimentou álcool aos 17 anos e demorou algum tempo para se recuperar do susto, mas que as coisas começaram a sair de controle quando ela se mudou para Los Angeles.

LEIA MAIS: Lindsay Lohan se interna em clínica de reabilitação

"Fui presa pela primeira por dirigir sob influência aos 20 anos e eles encontraram drogas comigo. E a partir daí a imprensa sempre me acompanhou. Eu usei drogas, fui à boates com pessoas que não deveria estar junto, usei cocaína e entre em um carro. Foi muito estúpido", continuou ela.

Ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, Lindsay disse que só usou cocaína por "talvez quatro ou cinco vezes", e a razão para isso foi seu pai, Michael Lohan, que enfrentou sua própria batalha contra o álcool e as drogas.

"Isso me lembrava do meu pai. Foram quatro vezes num período entre 20 e 23 anos, e eu fui pega dias vezes", contou ela.

Ainda sobre o pai, LiLo declarou: "Ele não vai mudar. Eu acho que chega um ponto em que você tem que aceitar como as coisas são. Sempre que eu tento trazê-lo de volta para minha vida, ele cria caos para mim e usa para sua vantagem. Ele foi muito bom e então muito doido por toda minha vida".

LEIA TAMBÉM: Lindsay Lohan vai contar sobre temporada na rehab em blog

Lindsay Lohan, Mugshots

L.A. County Sheriff's Department; Santa Monica Police Department

Durante a entrevista, Lohan também falou sobre o relacionamento com sua mãe, contando que as duas quase nunca brigavam e que quando ela foi presa, a cara da mãe contribuiu muito para que ela tivesse o dia mais triste de sua vida.

"O dia que tive que me entregar para a polícia, e tive que ver a cara da minha mãe. Eu passei 12 dias presa e fiquei em choque, passei quatro dias seguidos chorando", declarou.

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

Lindsay deu entrada na clínica de reabilitação Betty Ford Center na última sexta-feira, 03, e deve passar os próximos 90 dias internada.

"Estar em Nova York me ajudou. Apenar por ficar mais com a minha família e andar por ai e ter uma vida", continuou ela.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.