Katy Perry

Jackson Lee/Splash News

Pais da estrela são pastores e pedem orações pela filha

Keith Hudson, pai de Katy Perry e pastor evangélico, lançou um ataque público chocante contra a filha por conta de suas letras picantes. De acordo com o jornal inglês The Sun, o hit lésbico I Kissed a Girl e os figurinos dos shows da cantora foram apontados por Keith como "coisas do inferno". Ele a mulher, Mary, estariam fazendo uma perigrinação por igrejas dos Estados Unidos para pedir aos fiéis de sua congregação que orem por Katy, que precisaria "ser curada" por ser "filha do diabo", diz o jornal.

Durante um sermão do casal de pastores em uma igreja de Santa Fe, na Califórnia, Keith teria dito: "Eles me perguntam como posso pregar se eu produzi uma garota que cantava sobre beijar outra garota?".

O pai da pop star de 28 anos também teria dito que "chorou" a ver os fãs adorando a fiha em seus shows, já que era a Deus que eles deveriam estar orando. 

"Eu estava em um show de Katy onde havia 20.000 pessoas. Quase parecia uma igreja. Chore sem parar...eles estão amando e adorando a coisa errada", completou Keith no sermão.

O casal, que não se sabe se ainda fala com a filha, também pediu aos fiéis doações para que eles pudessem financiar uma viagem para a Suíça. Eles teriam pedido para que fosse doados "não é um ou dois dólares, mas sim vinte". O que será que Katy acha disso?

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.