Reese Witherspoon, Jim Toth

ELIOT PRESS/bauergriffinonline.com

Atriz pede desculpas publicamente

Reese Whiterspoon, que esteve em todas as manchetes nesta segunda-feira, 22, após ser presa com o marido, Jim Toth, depois de desrespeitar as ordens policiais, estaria "arrasada" pelo que aconteceu. Reese, que até cancelou a participação que faria hoje no programa de Jimmy Fallon (ela seu novo filme, Mud), acabou sendo fichada quando reagiu à prisão do marido, parado na estrada sob a suspeita de dirigir alcoolizado (ele estava com mais de 100% de álcool a mais no sangue do que o limite permitido por lei). 

LEIA MAIS: Reese Whiterspoon é presa e dá cartada "você sabe quem eu sou?" em policial

Jim, que é agente de atores, estaria "desesperado" por ter colocado a carreira da mulher em risco. "Jim se sente terrível por ter envolvido Reese no que aconteceu. Ele tomou uma má decisão e certamente piorou as coisas arrastando-a com ele... Ele terá que pagar pelas consequências", disse uma fonte à revista People.

(Foto: Reese posa com Matthew McConaughey no tapete vermelho do filme Mud, neste domingo, 21)

Reese Witherspoon, Matthew McConaughey

Jason DeCrow, Invision Agency

A mesma fonte acredita que o incidente "embaraçoso" fará com que Jim encare sua relação com o álcool de uma maneira diferente. "Jim sempre foi um grande bebedor social. Seu trabalho é estar no social. Ele sai para almoçar ou jantar quase todos os dias da semana com clientes, sempre bebericando e tendo reuniões de negócios", completou.

Atraves de um comunicado à imprensa, Reese pediu desculpas pelo ocorrido.

 "Não posso comentar em detalhes do incidente, mas posso afirmar que bebi apenas um drink e estou profundamente envergonhada sobre as coisas que disse. Definitivamente foi uma situação assustadora para mim e para meu marido, mas isso não é desculpa. Perdi o respeito quando o policail que estava apenas fazendo o seu trabalho", disse.

Ela concluiu ao dizer: "As palavras que usei naquela noite definitivamente não refletem quem eu sou. Eu tenho muito respeito pela polícia e eu peço desculpas pelo meu comportamento".

O casal, pais de Tennessee, um bebê de sete meses, foi liberado sob fiança, mas devem comparecer no tribunal no dia 22 de maio.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.