Miley Cyrus

Jason Merritt/Getty Images

Entenda o que aconteceu

Mais uma vez Miley Cyrus decidiu sair em defesa de Justin Bieber. Na semana passada, a cantora usou o Twitter para falar ao mundo que Biebs não tinha culpa na morte do paparazzo que perseguia seu carro e acabou morrendo atropelado, na última quarta-feira, 2, em Los Angeles.

 Nessa terça-feira, 8, a noiva de Liam Hemsworth repetiu o feito, mas dessa vez o motivo foi bem diferente. Algumas horas depois de um grupo criar a hashtag #cutforbier, que em português significa "corte pelo bieber", pedindo aos fãs que se cortassem em protesto pelas recentes imagens em que o cantor aparece fumando um cigarro parecido com maconha, Miley usou o microblog para criticar a ação.

A eterna Hannah Montana retwitou: "@officialCANCER contra a campanha de ódio simulada. #cutforbieber? Cortar-se não é algo para se fazer piada. Existem pessoas que realmente sofrem com automutilação, isso é desrespeitoso".

LEIA MAIS: Temos a foto de Taylor Swift deixando Harry Styles!

O grupo criador da hashtag estava conversando entre si e gabando-se do plano por trás dessa ação: enganar as beliebers e compartilhar fotos de automutilação delas. As conversas já foram apagadas, mas infelizmente a hashtag ficou a manhã toda no ar.

Leve o E! no seu bolso! Baixe o aplicativo do E! Online Brasil na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World e acompanhe do seu celular a programação, fotos, notícias e vídeos das celebridades

Miley Cyrus

Twitter

Depois de fazer a sua boa ação do dia, ainda no Twitter, a cantora divulgou uma foto de volta aos estúdios. O novo álbum de Miley será lançado este ano, mas ainda não tem data prevista.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.