Angus T. Jones, Ashton Kutcher, Jon Cryer, TWO AND A HALF MEN

Matt Hoyle/CBS / Warner Brothers

E astro de Friends faz piada com o caso

Na segunda-feira passada, 26, começou a circular na internet um vídeo em que Angus T. Jones, o Jake de Two and a Half Men, aparece pedindo para que as pessoas parem de assistir à série, mas o resultado foi justamente o contrário. O surto do ator foi um dos assuntos mais comentados da semana, e acabou aumentando a audiência do programa. No último episódio exibido nos Estados Unidos, Two and a Half Men teve cerca de 13,8 milhões de telespectadores, ou 4.1 pontos de audiência, número suficiente para colocar o episódio no posto de mais assistido da temporada.

O episódio em questão, chamado "I Scream When I Pee", vai ao ar no Brasil no dia 19 deste mês e mostra o personagem Jake contando ao pai, Alan (Jon Cryer), que contraiu uma DST e ficando muito contente, apesar do horror do pai, pela prova de que não é mais virgem. Two and a Half Men bateu seu recorde de audiência, e também o de sua emissora, quando Ashton Kutcher estreou como Walden Smith na série, substituindo Charlie Harper, com cerca de 28 milhões de telespectadores.

Mesmo que Jones já tenha emitido um pedido de desculpas pelo comentário e afirmado que tudo não passou de um mal entendido, o assunto continuou rendendo algumas piadas no mundo dos famosos.

Enquanto Charlie Sheen saiu em defesa do ex-companheiro de elenco e culpou Chuck Lorre, criador da série da CBS, pelo colapso do jovem ator, outros astros como Matthew Perry e Rainn Wilson, de Go On e The Office, respectivamente, já fizeram paródias sobre o comentário de Jones.

O ator de Friends aparece em um vídeo feito para a Funny or Die e afirma que depois de ter visto o vídeo de Angus resolveu sentar-se para ler a Bíblia. "É uma coisa louca, principalmente quando a baleia come o cara. E eles constroem uma arca", declara ele ao lado de Tyler James Williams, ator de Go On.

"Ler a Bíblia me fez perceber que o meu programa, Go On, é uma completa abominação com péssimos valores. Eu quero que vocês parem de assistir a Go On, da NBC", diz ele.

Claro, durante o vídeo Perry faz alusão aos próprios problemas que enfrentou durante a carreira, como sua batalha contra as drogas e dois programas mal sucedidos, Studio 60 e Mr. Sunshine. "Pelo fato de achar que todos os meus programas são imorais, vou dar todo o meu dinheiro de volta. Eu acho que é isso que Angus vai fazer", continua ele.

"Eu também quero dar todo o crédito a Angus por provar algo que até agora achávamos ser impossível. Ele conseguiu nos provar que, de fato, ele é o integrante mais louco na história do elenco do Two and a Half Men", declarou Perry antes de pedir desculpas, assim como fez Angus.

Além do vídeo feito pelos atores de The Office, uma companhia de Taiwan produziu uma animação que resume toda polêmica envolvendo Jones, que, entre outras coisas, mostra o pastor da igreja que ele segue fazendo uma lavagem cerebral no ator e manipulando-o como um fantoche durante a gravação do vídeo.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.