Two and a Half Men

Greg Gayne/Warner Bros.

Mais: Charlie Sheen afirma que a série está "amaldiçoada"

No começo desta semana, Angus T. Jones virou notícia depois de pedir que as pessoas parassem de assistir à Two and a Half Men e declarar que não queria mais ser parte da série em um vídeo que rodou a web. O ator, que é o jovem mais bem pago da TV americana, ganhando cerca de R$ 700 mil por episódio, tornou-se um religioso fervoroso recentemente. Angus, de 19 anos, segue a seita Forerunner Chronicles (de onde é o pastor que aparece ao lado dele no vídeo), da igreja Adventista do Sétimo Dia.

LEIA MAIS: Angus T. Jones pede para as pessoas pararem de assistir a Two and a Half Men!

Mas após todo burburinho que suas declarações causaram, Jones foi rápido para se desculpar: "Eu tenho sido assunto de muita discussão, especulação e comentários nas últimas 24 horas", disse o ator através de um comunicado emitido nessa terça-feira, 27. "Embora eu não possa esclarecer tudo que já foi dito e mal-interpretado, há uma coisa que eu quero deixar claro. Sem ressalvas, eu sou grato e tenho o maior respeito por todas as pessoas maravilhosas de Two and a Half Men com quem trabalhei nos últimos dez anos e se tornaram uma extensão da minha família", completou. Mea culpa?

JÁ CRIOU SEU RANKING DE CELEBRIDADES QUE MAIS SE DESTACARAM NESTE ANO?

CLIQUE AQUI PARA ESCOLHER QUEM MERECE SER A CELEBRIDADE E! 2012

"Chuck Lorre, Peter Roth e muitos outros da Warner Bros. e CBS são responsáveis por uma das experiências mais significativas da minha vida até agora", continuou Jones. "Eu agradeço a eles pela oportunidade que eles me deram e continuam me dando e pela ajuda e orientação que recebi e espero continuar recebendo deles. Peço desculpas se meus comentários deram a impressão de indiferença e desrespeito pelos meus colegas e falta de reconhecimento pela oportunidade extraordinária com a qual foi abençoado. Eu nunca quis que isso acontecesse", continuou.

Assista ao vídeo de Angus detonando Two and a Half Men

TWO AND A HALF MEN, Charlie Sheen

Greg Gayne/Warner Bros

Os produtores e outros atores da série, como Jon Cryer e Ashton Kutcher, ainda não se pronunciaram sobre o assunto. Entretanto, Charlie Sheen, que foi o protagonista de Two and a Half Men por sete temporadas e deixou o programa em 2010, depois de uma briga pública com Chuck Lorre, deu sua opinião sobre o caso.

"Com o colapso Hale-Bopp de Angus, está realmente claro para mim que o programa está amaldiçoado", disse o ator à revista People, comparando o desabafo de Jones com a seita Heaven's Gate (algo como Portão do Paraíso, em português), que encarou a passagem do Cometa Hale-Bopp pela Terra, em 1997, como um sinal do fim do mundo, o que resultou em um suicídio coletivo de trinta e nove membros.

Por enquanto, a agenda e o elenco de Two and a Half Men seguem inalterados.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.