spfw, segundo dia

Fotosite/ Divulgação

José Pimenta e Lino Villaventura levaram a teatricidade às passarelas no segundo dia de desfiles

COLCCI

Mais madura, a moda da Colcci tem evoluido a cada temporada. Para o inverno 2013, a marca bebeu da mesma fonte de inspiração de muitas outras que já desfilaram suas coleções no Parque Villa-Lobos nesta edição: os anos 1960. Shapes sessentinhas apareceram nos vestidos de duas partes, com saias plissadas acima do joelho e casacos 7/8. Burgundy/bordeaux, azul-marinho, preto e off-white são de fato a paleta de cores tendência desta temporada. Na Colcci, elas apareceram em misturas de couro ecológico, lã e jacquard. A Inglaterra mod na época da mistura cultural com a Índia fez presença em arabescos surton e pedrarias nas malhas e casacos. Uma menina já longe de seus anos teen é a nova mulher da Colcci.

spfw, segundo dia

Fotosite/ Divulgação

LINO VILLAVENTURA

Como já é de costume, muita exuberância marcou o desfile de Lino Villaventura, que apresentou uma coleção inverno 2013 impactante e dramática, repleta de cores escuras – exceto pelo último vestido a entrar na passarela, um marcante laranja cheio de bordados. Para compensar os looks pesados, não faltaram transparências, que apareceram em vários momentos do desfile em tecidos plissados superfinos. O make Blade Runner e as poses teatrais das tops foram um espetáculo à parte.

spfw, segundo dia

Fotosite/ Divulgação

JOÃO PIMENTA

 O malandro carioca da década de 1930 voltou à moda contemporânea nas mãos de João Pimenta, que abriu o line-up deste segundo dia do SPFW. Ternos e sobretudos de sarja, lã e linho em estampas exclusivas em vinho, preto e off-white mostram o elegante homem de João Pimenta. Botas pretas de couro envernizado e aneis em prata de caveiras completaram o visual.

spfw, segundo dia

Fotosite/ Divulgação

SAMUEL CIRNANSCK

 Mulheres gladiadoras e quase super-heroínas foram levadas à passarela de Samuel Cirnansck nesta temporada. O queridinho das noivas usou tons pastel e muito dourado e pedrarias para mostrar sua nova fase, com vestidos mais acessíveis, por isso feito de tecidos menos nobres. Suas clientes cativas vão adorar.

spfw, segundo dia

Fotosite/ Divulgação

 UMA

 A marca comandada por Raquel Davidowicz mostrou na passarela mais do mesmo de sempre: paletós e calças de alfaitaria com modelagens impecáveis, mas a monotonia imperou nas peças mostradas. Branco, preto, marrom e ferrugem em malhas e calças de pelica, combinadas com botas de cano curto complementavam o look.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.