Joseph Gordon, GQ Cover

GQ Magazine

Ao contrário do que Joseph Gordon-Levitt acredita, a GQ não vê nada de errado com o que publicou na matéria sobre ele.

O ator, que estampa a edição de agosto da revista, criticou o que a repórter Amy Wallace escreveu sobre a morte de seu irmão, alegando que a matéria estava "factualmente errada".

Mas não de acordo com a revista...

LEIA MAIS: Após ser capa da GQ, Joseph Gordon-Levitt critica a revista

Isso porque Wallace "e suas editoras entenderam a dor que a morte de Dan causou na família Gordon-Levitt e, por isso, tentaram ser respeitosas - e breves - na forma de descrever a morte dele", o que a revista sentiu "ser um fato relevante na biografia de Joseph Gordon-Levitt", disse a publicação em um comunicado.

"A revista fica ao lado de sua reportagem, cujos fatos são totalmente apoiados - e foram confirmados detalhadamente - pelo departamento de polícia de Los Angeles".

O departamento policial disse ao E! News que Daniel Gordon-Levitt, de acordo com o atestado de óbito, morreu acidente de "intoxicação por cetamina", que é usada medicalmente como um anestésico muscular. Ed Winter, assistente legista, nos disse que a morte foi tratada inicialmente como "uma possível overdose".

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.