Katy Perry

John M. Heller/Getty Images

Katy Perry tem inúmeros sucessos e muitos prêmios no currículo, além de alguns recordes em sua ainda não tão longa carreira.

Por exemplo, a cantora foi a primeira artista a passar um ano inteiro no top 10 da principal parada da Billboard, e já teve 5 singles de um único álbum, o Teenage Dream, no topo da parada Hot 100 – o que a tornou a primeira mulher na história a atingir tal marca.

Mas alguém já parou para imaginar como seria se Katy Perry tivesse seguido outro estilo musical e não fosse a Katy Perry que conhecemos e tanto amamos?! Pois saiba que isso quase aconteceu...

A cantora contou que suas gravadoras anteriores queriam que ela fosse como Kelly Clarkson ou Avril Lavigne, e que, por esse motivo, ela foi dispensada de três gravadoras antes de assinar com a Capitol.

Mas, de acordo com Perry, a batalha com os possíveis chefes só fez seu senso de identidade própria aumentar.

"Havia muito da palavra "não" sendo despejada no meu caminho, e eu nunca aceitei isso", disse ela durante sua entrevista no programa de Ellen DeGeneres, "Muitas pessoas queriam que eu fosse como outra pessoa – fosse ela Kelly Clarkson ou Avril Lavigne – e eu pensava, ‘quero ser a Katy Perry antes', e eles não entendiam isso".

"Talvez por minha visão ser tão forte, mas eu finalmente consegui o que queria e meio que funcionou".

E nós só podemos dizer que ainda bem que sim!

A cantora já postou em seu Twitter o clipe de seu novo single, Wide Awake, que será lançado oficialmente no dia 2 de julho e relembra sua carreira, adiantando a estreia de Katy Perry: Part of Me, seu filme documentário, que chega aos cinemas no dia 5 de junho.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.