E! Upfront, Khloe Kardashian Odom

Larry Busacca/NBCU Photo Bank via Getty Images for E!

Khloé Kardashian Odom está aproveitando a vida, mas a estrada para a felicidade e autoconfiança teve seus obstáculos.

"Eu sempre fui chamada de gorda", lembrou-se ela em entrevista ao E! News, "Sempre fui comparadas às minhas irmãs, que são lindas e sempre foram".

A Kardashian caçula, que já se declarou contra o bullying e trabalhou com a campanha "It Gets Better", ainda contou que sua altura e pele mais clara que a das irmãs sempre acentuaram ainda mais as diferenças.

"Eu sentia que estava sendo atacada", continuou ela, "Eu tive que usar aparelho, eu tinha sobrepeso quando era criança, por nenhuma razão".

E Khloé contou que seus dias de patinho feio duram até hoje.

"Sou chamada de irmão gorda... Sou chamada de a Kardashian mais feia", disse ela, afirmando que isso já não a magoa mais como costumava magoar.

"Tenho orgulho de mim mesma", declarou ela, "Eu poderia ceder e fazer todas essas cirurgias plásticas, fazer meu nariz, uma lipo, ou seja lá o que for, mas não escolhi fazer isso porque eu sei que sou uma ótima pessoa. Sou muito hot, se você quer saber".

E Khloé ainda aconselhou as crianças que sofrem bullying.

"Geralmente a pessoa sofre bullying porque as pessoas têm medo dela", observou Khloé, "Há um brilho, uma luz, algo que as outras pessoas não têm, e elas ficam intimidadas, então querem atacar".

"Muitos adultos acham que não precisam intervir com as crianças", continuou ela, "Eu interfiro o tempo todo".

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.