MET Gala, Chloe Sevigny

Dimitrios Kambouris/Getty Images

Chloë Sevigny, atriz e fashionista, foi a escolhida para interpretar Mia, um assassino transexual, na série Hit & Miss.

Para encarar o papel a estrela teve de usar uma prótese no formato de um pênis, mas admite que ficava muito desconfortável pois "acreditava que o público não a acharia atraente, principalmente os homens".

 

"Eu chorava todos os dias ao colocá-lo. Você sabe, eu sou uma mulher de peito e eu tenho isso em mim. Eu me senti muito exposta, foi duro, muito duro, ter pessoas tão perto de sua parte íntima- que não estão dormindo com você- uma hora e meia por dia, para colocá-lo e, em seguida, eu olhava no espelho ... Foi estranho, estava sozinha e me senti muito confusa se eu era desejável", ela explicou à revista Culture. 

Chloë diz que este papel foi um dos "mais extremos" que já fez em sua vida, mas espera que as pessoas gostem e a achem convincente.

"Eu acho que foi um dos papéis mais extremos que eu fiz, sim, eu realmente nunca trabalhei com próteses. Eu nunca fiz algo que exigisse qualquer fantasia ou algo estranho. Então, novamente, se as pessoas podem acreditar em Avatar, espero que eles possam acreditar em mim como uma transexual".

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.