Kim Kardashian

Splash News; Frazer Harrison/Getty Images

Depois de relembrar a reunião de Khloe Kardashian Odom com a representante do PETA em Los Angeles, Michelle Cho (que por sinal é a irmã da mulher que atacou Kim Kardashian no tapete vermelho), que aconteceu bem antes do episódio da farinha, nós recebemos as reações do outro lado.

A organização que luta pelos direitos dos animais (e que entendeu a decisão de Khloé de cortar os laços) e Michelle enviaram um comunicado ao E! News falando sobre o envolvimento de Christina Cho.

"Não sou a babá da minha irmã", disse ela, "mas eu a amo e já a vi se sacrificar muito como ativista. Nós trabalhamos de formas diferentes para impedir que os animais sofram. Christina foi quem fez com que eu entrasse no movimento para proteger os animais, e sempre serei grata a ela por abrir meus olhos".

"Se Christina Cho é a mulher que jogou farinha em Kim Kardashian, sabemos que ela é muito gentil, e uma maravilhosa voluntária há muito tempo. No mês passado ela estava em nosso escritório em Los Angeles e ficou tremendo visivelmente após ver esse vídeo. Nós vamos apoiá-la totalmente".

O PETA ainda declarou abertamente que irá "defender a ativista" de qualquer ação legal tomada por Kim.

Tudo pelos animais...

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.