Ryan Seacrest, Dictator, Sasha Baron Cohen

Sem dúvidas Sacha Baron Cohen tem a sorte porque Ryan Seacrest tem um ótimo senso de humor.

Depois da brincadeira de mal gosto durante o tapete vermelho do Oscar, o apresentador do E! poderia, teoricamente, processar o comediante.

Mas será que ele vai fazer isso?

Segundo o advogado de defesa criminal, Troy Sallen, o ator Inglês poderia ser acusado de agressão e o apresentador também poderia entrar com uma ação de indenização por danos morais. No entanto Ryan teria que provar que nada foi combinado previamente ao "incidente".

Segundo Seacrest, ele estava suspeitando de alguma brincadeira, mas não sabia o que exatamente o Ditador poderia aprontar.

"No fundo eu sabia que uma conversa com ele no seu personagem nunca acabaria como planejado. Haveria alguma coisa. Mas não sabia o que era".

Se ele fosse condenado, Cohen poderia enfrentar um ano de prisão e uma multa de mil dólares. 

Confiram aqui o vídeo:

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.