Jennifer Hudson

John Shearer/WireImage

A 54° edição do Grammy Awards começou de uma forma singular na noite de ontem, 12, com LL Cool J dedicando uma oração à Whitney Houston, que foi seguida da apresentação de abertura de Bruce Springsteen.

Mas o grande momento da noite pertenceu à Jennifer Hudson, que realizou o tributo musical a Houston, que morreu na tarde de ontem.

Logo após a homenagem à memória da cantora que terminou com sua foto, Hudson cantou I Will Always Love You, original de Dolly Parton, e que se tornou uma das maiores músicas de todos os tempos na voz de Houston para a trilha sonora de The Bodyguard, que foi o álbum do ano em 1994.

Hudson recebeu os aplausos emocionada, se abanando para espantar as lágrimas que ameaçavam cair desde a primeira nota.

A homenagem foi curta, mas vale lembrar que não estava nos planos até o dia anterior.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.