Rihanna

Kika Press, PacificCoastNews.com

Enquanto estava em Lisboa, Portugal, para se apresentar com a turnê Loud, Rihanna foi vítima de preconceito ao cruzar com um homem em seu hotel que começou a insultá-la, chamando todas as mulheres negras de "cachorras".

Mas a cantora rapidamente reagiu aos ataques e, sem seguida, chamou o gerente do hotel.

"Conheci o homem mais racista do mundo!!!", escreveu ela em seu Twitter ontem, 18.

 "Este homem disse as maiores m**das sobres mulheres negras, chamando-nos de cachorras, vadias, que não somos as mesmas coisas e não devemos nos hospedar no mesmo hotel... Nem preciso dizer que a #NIGGA de dentro de mim saiu! Com sotaque e tudo! E acontece que o gerente do hotel era negro".

"E ele ainda coragem de humilhar os negros com seu ego branquinho!!! E nenhum negro lhe faria mal", continuou ela.

Mesmo assim, RiRi não deixou que o estranho acabasse com sua festa, e depois de se apresentar seguiu para Londres no domingo para fazer mais três shows no Reino Unido, e aproveitou para comemorar com sua equipe.

"Nós acabamos de ter nossa festa de ano novo/turnê de Natal!!! Nos transformamos em formandos de 80, e eu nunca tinha tido uma formatura! Foi muuuito divertido!"

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.