In the Land of Blood and Honey, Angelina Jolie

GK Films, Jason Merritt/Getty Images

Já sabemos que Angelina Jolie é uma garota má... Mas roubar ideias?

Bom, alguns acreditam que sim.

Um jornalista processou a atriz alegando que a trama de sua estreia como diretora, no filme In the Land of Blood and Honey, é baseada em seu livro The Subject Work, e que Jolie sabia disso, mas fez o filme sem lhe dar nenhum crédito.

No processo, arquivado na corte federal de Illinois, James J. Braddock, de Zagreb, Croácia, afirma que ele se encontrou várias vezes com o produtor Edin Sarkic em 2008 para discutir um possível filme baseado em seu livro sobre uma mulher croata que é presa em um campo da Bósnia.

Braddock diz que em agosto de 2009, ele contatou a agência Make it Right de Angelina para discutir uma colaboração para a construção de casas, sem saber que Sarkic estava em contato com a atriz para fazer o filme que se tornaria In the Land of Blood and Honey.

E agora que a estreia do filme está se aproximando, Braddock alega que existem várias semelhanças "óbvias" entre seu livro e o filme, que se centra na história de amor da mencionada mulher croata e o comandante do campo em que ela está presa.

O representante de Jolie ainda não comentou o assunto.

Braddock quer uma liminar para bloquear a estreia do filme a tempo da corrida pelo Oscar, e também quer uma quantia não especificada por danos por violação de direitos autorais.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.