Dr. Conrad Murray

AP Photo/Isaac Brekken

Na terça-feira, 29, Conrad Murray foi sentenciado a quatro anos de prisão pela morte involuntária de Michael Jackson, mas os envolvidos no julgamento acreditam que o médico vai passar um pouco menos de dois anos atrás das grades e cumprir o resto de sua sentença em liberdade.

Mas pode ser que Murray saia da prisão muito antes disso...

"O advogado do Dr. Murray na verdade está aliviado que o juiz Michael Pastor não o tenha sentenciado com serviço comunitário, assim como Lindsay Lohan no necrotério. Teria sido um pesadelo para ele, ele seria ridicularizado, e não seria seguro que recolhesse lixo na estrada ou que limpasse grafite", contou uma fonte ao RadarOnline.com.

"O juiz Pastor fez um favor a Murray ao sentenciá-lo pelo tempo máximo".

E parece que sua "sorte" não vai acabar por ai...

 Devido à superlotação nas prisões da Califórnia, Murray foi mandado à prisão municipal de Los Angeles, mas a decisão de libertá-lo em prisão domiciliar teria que ser aprovada pelo xerife responsável.

"O xerife vai determinar quando o Dr. Murray será libertado em prisão domiciliar. Ele espera ser solto no Natal. Seus advogados disseram a ele que é uma possibilidade real".

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.