O juiz Michael Pastor decidiu pela sentença máxima possível para Conrad Murray na manhã de ontem: quatro anos de prisão.

E mesmo com as críticas da família Jackson à condenação do médico pela morte involuntária de Michael Jackson, a sentença prevista anteriormente prevaleceu.

"Não foi tempo suficiente", disse Jermaine Jackson ao E! News quando saia da corte, e dificilmente alguém se surpreendeu com a resposta dada pelo irmão de cantor.

Dr. Conrad Murray

Al Seib-Pool/Getty Images

O porta-voz do xerife de Los Angeles, Steve Whitmore nos disse que quando tudo estiver pronto e resolvido, Murray, como esperado, não vai ficar preso pelos quatro anos determinados, mas, ao invés disso, vai ficar preso por "um pouco menos de dois anos".

O promotor, no entanto, não tem tanta certeza

"Conforme a preocupação do xerife, depois que o Estado tira dois anos, ele leva crédito por tempo servido, e ele vai fazer um pouco menos de dois anos", disse ele.

Na manhã de ontem na corte, o juiz creditou Murray por 46 dias já servidos, graças aos 23 dias que passaram entre o veredito e a sentença em  que ele ficou preso, e também lhe deu mais crédito por bom comportamento.

Entretanto, durante uma coletiva de imprensa feita após a sessão, o promotor do distrito, Steve Cooley, afirmou que o tempo que Murray ficará atrás das grades ainda está em questão.

"Este é um dos grandes mistérios da vida: Qual o período que alguém vai mesmo ficar preso depois de ser sentenciado por um juiz?".

Com exceção de Jermaine, os outros membros da família Jackson pareceram aliviados com a sentença, e estavam se abraçando, sorrindo e trocando beijos.

"A justiça foi feita", disse LaToya Jackson ao E! News quando saia da corte, "Agora nós temos que lidar com a superlotação das cadeias".

Kathy Hilton, amiga da família há muito tempo, e que acompanhou LaToya na corte na manhã de ontem, também deu sua opinião quanto a sentença, "Eles estão reclamando que Murray vai ficar em uma cela pequena, Michael vai ficar em um caixão para sempre".

E quanto aos advogados de acusação, que ficaram ao lado de LaToya no tribunal, disseram durante a coletiva apenas que estavam satisfeitos com os resultados.

  • Share
  • Tweet
  • Share

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.