Ludmilla rebate críticas após ser chamada de machista: "Nunca vou agradar"

A cantora foi ao Twitter para desabafar sobre as críticas nas redes sociais. Veja!

por Sally Borges 31 mai, 2021 14:55Tags
Recomendado para você: Ludmilla rebate críticas após ser chamada de machista: "Nunca vou agradar"

Ludmilla foi acusada de machismo neste final de semana e desabafou sobre críticas nas redes sociais. Tudo começou quando Ludmilla, que mandou recado contra o racismo no BBB21, deu uma resposta atravessada para uma internauta no Twitter.

"A Ludmilla canta umas músicas tão vibes menina de oitava série, mandando indireta no Twitter", escreveu a usuária, que recebeu a seguinte resposta da cantora: "Nossa, se na oitava série sua pussy [vagina] já matava rindo, deve estar larguíssima hoje em dia, né".

Depois disso, a estrela foi criticada por suas palavras, recebendo até mesmo um chamado de Lumena Aleluia, ex-participante, do BBB deste ano.

"Lud, que comentário fenotipicamente complicado! Sou sua fã, achei que ao me criticar no BBB, poderia encontrar em você uma referência para aprendizados, mas esse BO aí ficou difícil de entender!", mandou a psicóloga.

leia também
Ludmilla e Gusttavo Lima fazem show para 500 pessoas e são detonados na web

E outras internautas desaprovaram a resposta da estrela. "2021 e esse tipo de mensagem machista", mandou uma usuária. "Reforçar o estereótipo de que mulheres que transam muito ficam com a vagina larga não é bacana", comentou outra.

Foi então que Lud se manifestou sobre o ocorrido na rede social.

"Gente, vocês ainda não perceberam que tudo o que eu faço é problemático? Se eu me posiciono é problemático, se eu respondo alguém querendo me diminuir, debochando, também é problemático, se eu aceito um convite para ser atriz é problemático, se eu falo de política é problemático, se eu não falo também é problemático, se eu engordo é problemático, se eu emagreço e fico com a perna fina é problemático, se eu faço música sobre o que eu vivo é problemático... Vocês já me fizeram sentir vontade de não existir mais".

"Se fosse qualquer outra pessoa que não fosse feminista e empoderasse a liberdade das mulheres no sexo e na vida, nas próprias músicas, vocês poderiam forçar essa barra aí, mas vocês querem problematizar em cima da gata que fez 'cai de boca no meu bucetão?'. Não faz sentido, chega", desabafou Ludmilla. 

"Vocês já me fizeram apagar várias coisas, vocês já me fizeram deletar as minhas redes sociais. Então, cheguei à conclusão que eu nunca vou agradar todo mundo e também não faço mais questão disso e tem algumas pessoas loucas e cheias de ódio".