Pink reescreveu testamento durante batalha assustadora contra o coronavírus

Pink detalhou a severidade de seus sintomas um ano após ser diagnosticada com a doença.

por Cydney Contreras | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 04 mai, 2021 15:07Tags
Recomendado para você: Pink reescreveu o seu testamento após batalha assustadora contra o coronavírus

Mais de um ano se passou desde que Pink e seu filho, Jameson, testaram positivo para a COVID-19, e a cantora ainda está superando tudo o que aconteceu.

Como Pink disse para o apresentador do Heart Radio, Mark Wright, ela achou que ia morrer junto com seu filho de 3 anos porque os sintomas deles eram muito fortes. Ela explicou: "Isso vai soar como loucura, mas nós tivemos COVID no ano passado, no começo de março, e eu estava tão mal que reescrevi o meu testamento... Sabe, em certo ponto eu achei que era o nosso fim".

Pink adicionou que ligou para a sua melhor amiga e fez um pedido, caso ela morresse e deixasse para trás seu marido, Carey Hart, e sua filha, Willow.

"Eu disse: 'Eu só quero que você diga para Willow o quanto eu amo ela'", ela relembrou. "Foi muito assustador, muito assustador e ruim".

A cantora continuou: "Como uma mãe, você pensa sobre: O que eu estou deixando para os meus filhos? O que eu estou ensinando eles? Será que eles vão ficar bem nesse mundo louco em que vivemos? E o que eu vou falar para eles se essa for a última vez que eu os encontre?".

leia também
BTS cancela quatro shows na Coréia do Sul por causa do coronavírus

Pink e Jameson acabaram vencendo a batalha e ela escreveu a música All I Know So Far. O single é dedicado para Willow e tem várias lições de vida que ela queria passar para a filha, caso ela não sobrevivesse.

A música também tem o mesmo título do novo documentário de Pink, que ela diz ser "bem autêntico".

Amy Sussman/E! Entertainment/NBCU Photo Bank

Ainda não está claro se Pink: All I Know So Far vai falar sobre a batalha da família com o coronavírus, mas Pink já havia comentado sobre como a doença era assustadora.

Em abril, ela disse para Ellen DeGeneres como foi contrair a doença com seu filho quando os doutores ainda estavam aprendendo a tratar os pacientes. Pink relembrou como os sintomas pioraram rapidamente, afirmando: "Esse foi o ponto em que fiquei: Ok, vamos para o hospital? O que faremos agora? Porque foi a coisa mais assustadora que eu passei em minha vida".

Após se recuperar, ela doou R$ 1 milhão para a causa do coronavírus.

fotos
Os melhores looks de Pink