Elliot Page vai às lágrimas ao relembrar melhor parte de sua transição

Em entrevista à Oprah Winfrey, o ator, que se assumiu homem transexual em dezembro, conta um pouco mais sobre a transição.

por Corinne Heller | Traduzido Por Sally Borges | 28 abr, 2021 22:34Tags
Elliot Page, Oprah Winfrey, Apple TV+Apple

Elliot Page concedeu uma emocionante entrevista à Oprah Winfrey sobre a sua transição de gênero. Elliot, que se assumiu homem transexual em dezembro do ano passado, se lembrou do momento mais feliz de sua vida desde a revelação.

O ator de 34 anos, conhecido por seus papeis no filme Juno e na série The Umbrella Academy, falou sobre a experiência em sua primeira entrevista para a TV desde a transição. O bate-papo foi filmado para a série The Oprah Conversation, do streaming da Apple.

Questionado sobre qual parte de sua transição lhe trouxe mais alegria, Elliot disse: "Saindo do chuveiro, com a toalha na cintura, e você se olhando no espelho, tipo ‘Aí estou eu'. E eu não estou tendo o momento em que estou em pânico".

Em março, três meses depois de se assumir nas redes sociais, o astro revelou à TIME que havia se submetido a uma mastectomia.

"É ser capaz de tocar meu peito e me sentir confortável em meu corpo pela, provavelmente, primeira vez", explicou Elliot à Oprah, com lágrimas nos olhos. "Lágrimas de alegria".

leia também
Elliot Page pede divórcio de Emma Portner após 3 anos de casamento

Elliot também conversou com a Vanity Fair sobre crescer conhecendo sua verdadeira identidade de gênero, dizendo que, quando criança, ele sabia "absolutamente, 100 por cento", que era um menino.

"Eu sabia que era um menino quando era uma criança. Eu estava escrevendo cartas de amor falsas e assinando-as como 'Jason'. Cada pequeno aspecto da minha vida, isso é quem eu era, quem eu sou e quem eu sabia que era. Eu simplesmente não conseguia entender quando me diziam, 'Não, você não é. Não, você pode não ser assim quando você for mais velho. Você sente isso. Agora estou finalmente conseguindo voltar a me sentir que em eu sou, e é tão lindo e extraordinário, mas também há um certo pesar em fazer isso".

Apple

O ator também falou à Oprah por que ele decidiu detalhar sua jornada de se assumir ao público. "Neste momento em que estamos agora, e especialmente com essa reação horrível que estamos vendo em relação às pessoas trans, particularmente jovens trans, realmente parecia imperativo fazer isso".

"Parecia importante e interessante para mim, meu próprio bem-estar, minha saúde mental e também com esta plataforma, ter o privilégio que tenho, sabendo da dor, das dificuldades e das lutas que enfrentei em minha vida, parecia absolutamente crucial e importante para eu compartilhar isso", completou ele.

À Vanity Fair, Elliot completou: "A retórica vinda de ativistas anti-trans e anti-LGBTQ é devastadora. Esses projetos de lei serão responsáveis pela morte de crianças. Simples assim. Então, [falar com Oprah] parecia uma oportunidade de usar uma plataforma de amplo alcance para falar do meu coração sobre algumas das minhas experiências e recursos que pude acessar – seja terapia ou cirurgia – que me permitiram estar vivo, para viver minha vida".

Assista a um trecho da entrevista abaixo: