O que vem a seguir para Rainha Elizabeth II e Família Real após a morte de Príncipe Philip

O Duque de Edimburgo faleceu aos 99 anos nesta sexta-feira, 9. Saiba mais sobre o período oficial de luto da Família Real Britânica.

por McKenna Aiello, Elyse Dupre | Traduzido Por Sally Borges | 09 abr, 2021 14:50Tags
Recomendado para você: O que vem a seguir para Rainha Elizabeth II e Família Real após a morte de Príncipe Philip

Príncipe Philip faleceu nesta sexta-feira, 9, após viver extraordinários 99 anos. O Palácio de Buckingham confirmou a morte de Philip através de um comovente comunicado.

"É com profunda tristeza que Sua Majestade, a Rainha, anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor. A Família Real se junta a pessoas ao redor do mundo em luto por sua perda".

Apesar do luto, a Rainha Elizabeth II e a Família Real devem fazer uma espécie de celebração do legado incomensurável do Duque de Edimburgo.

Nos próximos oito dias, a equipe do Palácio de Buckingham observará formalmente sua morte, enquanto a Rainha entrará em seu próprio período de luto, no qual se absterá de qualquer tipo de trabalho, especialmente em público.

leia também
Jornalista revela plano para entrevista de Meghan e Harry se Príncipe Philip tivesse morrido

Os assuntos de estado serão interrompidos por respeito ao falecimento. Estabelecimentos militares e locais de destaque, como a Downing Street em Westminster, vão homenagear o Príncipe Philip com bandeiras hasteadas a meio mastro.

No entanto, a bandeira real padrão do Palácio de Buckingham não será abaixada como um símbolo da progressão contínua da monarquia.

Em 2013, o The Sunday Times noticiou que o Príncipe Philip insistiu em não fazer qualquer "estardalhaço" por causa de sua morte.

De acordo com a publicação, ele deve ser velado no Palácio de St. James, sem exposição pública. O corpo da Princesa Diana foi velado no mesmo local em 1997.

Shutterstock

Existem dois tipos de funerais: estaduais e cerimoniais. O primeiro é normalmente limitado a Soberanos, mas pode ser estendido para incluir mais com a aprovação da Rainha e do Parlamento, segundo a Biblioteca da Câmara dos Comuns, citado na Enciclopédia Real.

Um funeral cerimonial – realizado para a Princesa Diana – é "para os membros da Família Real que detêm alto posto militar, para o consorte do soberano e herdeiro do trono", de acordo com a Biblioteca da Câmara dos Comuns. Em meio à pandemia do coronavírus, é provável que qualquer cerimônia seja privada e muito mais moderada.

Após seu funeral, Príncipe Philip será enterrado nos Jardins Frogmore do Castelo de Windsor. Família, amigos e outras autoridades próximas se reunirão na Capela St. George para todos os serviços funerários.

Dominic Lipinski - WPA Pool / Getty Images

Trinta dias após o falecimento dele, a Rainha Elizabeth II provavelmente retornará aos seus vários compromissos oficiais, embora não esteja claro até que ponto.

Também não se sabe onde ela deve residir a partir de agora, mas as especulações apontam que seja o Castelo de Balmoral, na Escócia, ou o Castelo de Windsor.

O título oficial do Príncipe Philip será herdado por seu filho mais novo, Príncipe Edward e Conde de Essex. Em 2017, o falecido se aposentou dos deveres reais e, nos anos seguintes, raramente fez aparições públicas.

Ele foi hospitalizado em 2019 para um tratamento relacionado a uma condição pré-existente, e novamente em fevereiro de 2021, após "se sentir mal", segundo o Palácio de Buckingham.

Após um mês de internação hospitalar, bem como um procedimento para uma doença cardíaca pré-existente e tratamento para uma infecção, o Duque de Edimburgo recebeu alta e retornou ao Castelo de Windsor em 16 de março.