Demi Lovato explica por que noivado deu a ela "falsa sensação de segurança"

A cantora falou sobre como o seu antigo noivado parecia a “coisa segura e esperada” após overdose.

por Kaitlin Reilly | Traduzido Por Sally Borges | 26 mar, 2021 13:22Tags
Recomendado para você: Demi Lovato explica por que noivado deu a ela "falsa sensação de segurança"

Demi Lovato usou seu noivado como prova de que estava indo bem após a quase fatal overdose em 2018. Em entrevista ao Entertainment Weekly, Demi explicou o que sentiu vivendo o relacionamento com Max Ehrich.

Em julho do ano passado, a dona do hit Sorry Not Sorry anunciou que ela e o ator estavam noivos após poucos meses de namoro. No entanto, dois meses depois do anúncio, o casal se separou, especialmente devido a relatos da desaprovação dos amigos e familiares da cantora. 

"Eu realmente me enganei, porque era a coisa mais segura e esperada", disse ela à revista. "Obviamente eu me preocupava profundamente com a pessoa, mas havia algo dentro de mim que era como, 'Eu tenho que provar ao mundo que estou bem'. Agora que não estou noiva ou casada e estou bem, fico tipo, 'Uau. Isso não é muito mais poderoso?'. Não é essa falsa sensação de segurança".

Ela acrescentou que seu enorme anel de noivado, que supostamente valia cerca de US$ 1 milhão, "tornou isso realmente real".

leia também
Max Ehrich acusa Demi Lovato de "explorar" o término deles por "atenção"

"No segundo em que terminei, pensei, 'Quer saber? Estou bem. Não preciso disso'", continuou a estrela. "Só não preciso de um objeto no dedo para me fazer sentir que estou bem. Parece estabilidade, mas não significa que seja".

No início deste mês, Demi disse à Glamour que terminar seu noivado com Max a ajudou a perceber o quão esquisita ela realmente é.

A cantora também já havia se aberto sobre namoro com mulheres, bem como com homens, em seu documentário de 2017 no YouTube, Demi Lovato: Simply Complicated.

Instagram

"Quando comecei a envelhecer, comecei a perceber como realmente sou esquisita", explicou a jovem de 28 anos. "No ano passado, estive noiva de um homem e, quando não funcionou, pensei: 'Este é um grande sinal'. Achei que ia passar a minha vida com alguém. Agora que não ia, tive uma sensação de alívio por poder viver a minha verdade".

A primeira parte do documentário de quatro partes, Demi Lovato: Dancing With the Devil, dirigido por Michael D. Ratner, estreou no YouTube em 23 de março.