As teorias sobre o filme 'Por Trás da Inocência'

Alguns acontecimentos do longa, assim como seu desfecho, estão dando o que falar na web. Confira!

por Miriam Kaibara 25 mar, 2021 10:00Tags
Por Trás da InocênciaNetflix

[Atenção: contém spoiler!]

 

O longa Por Trás da Inocência está dando o que falar! Lançado na última sexta-feira, 19, na Netflix, o suspense tem deixado o público em dúvida quanto a alguns acontecimentos e ao seu desfecho. 

O filme, estrelado por Kristin Davis, a eterna Charlotte York, de Sex and the City, conta a história de uma escritora em bloqueio criativo, que recebe uma proposta de US$ 2 milhões para escrever um novo livro. 

Com uma vida feliz ao lado do marido e seus dois filhos, Mary necessita de uma ajuda para cuidar das crianças, após retornar ao trabalho, e contrata a jovem e simpática babá, Grace, interpretada por Greer Grammer

leia também
Onde assistir os principais filmes indicados ao Oscar 2021

Aos poucos, elas começam a ter um envolvimento afetivo e erótico que começa a ficar cada vez mais confuso, ainda mais após a morte da melhor amiga de Mary, Elaine (Shanola Hampton). E para completar, a dupla personalidade de Grace, que "divide" o corpo com Margaret, tornam a história ainda mais bizarra. 

Além de alguns pontos que não são explicados, o próprio desfecho da trama é confuso, levando o público a tirar suas próprias conclusões. Pensando nisso, decidimos reunir algumas teorias sobre os acontecimentos na história e as possíveis explicações para o final. Confira:

leia também
Grey's Anatomy: 17ª temporada pode ser a última

As cenas eróticas eram reais ou alucinações?

Essa é uma das primeiras perguntas que os espectadores se deparam à medida que a relação de Mary e Grace se desenvolve. Será que a protagonista apenas deixou sua imaginação fluir enquanto escrevia seu livro ou as cenas quentes realmente rolaram na vida real? Possivelmente elas podem ter acontecido sim, levando em conta a faceta do mal de Margaret, que faria de tudo por sua sobrevivência, incluindo seduzir a patroa e dormir com seu marido, Tom (Dermot Mulroney). 

Quem matou Elaine? 

A identidade da assassina não fica clara, levando o público a ponderar entre Mary e Grace/Margaret. A primeira hipótese é que a escritora pode ter tido uma alucinação e matado a amiga, assim como ela descreve em seu livro, apunhalando-a com uma tesoura em seu pescoço. Além disso, na noite do crime, Mary levanta na madrugada e vai até seu escritório, mas não consegue se lembrar do resto de suas ações. A outra possibilidade é que Grace tenha matado Elaine e incriminado a patroa, deixando no consultório os textos de seu novo livro e cuidadosamente escolhendo a arma do crime, uma tesoura que Mary usou para cortar as fitas de cabelo da filha. Ah, e a mulher que sai do local no dia do assassinato também nos deixa na dúvida. Seria Mary andando de forma suspeita ou apenas Grace disfarçada com suas roupas? 

Quem é a mulher da cena final? 

Um ano após Margaret/Grace atacar com facadas o marido de Mary, quase levando-o a morte, a família surge feliz brincando no quintal. Em seguida, a escritora visita Grace em uma espécie de clínica psiquiátrica, onde ela se encontra internada. No entanto, a cena seguinte não poderia ser mais intrigante. Uma mulher, idêntica a vista no dia do assassinato de Elaine, surge saindo do local, andando de forma bem estranha. 

Seria ela Grace, que de alguma forma conseguiu roubar as roupas de Mary e fugir da clínica? Ou Mary acabou fazendo algo com sua ex-babá e fugiu com medo das consequências? 

Sem respostas concretas, a interpretação fica inteiramente por parte do público. Qual é a sua aposta?