Harry teve conversas improdutivas com William e Charles, diz jornalista

Gayle King afirma que o ruivo conversou com o pai e irmão após entrevista com Oprah Winfrey. Veja os detalhes!

por Elyse Dupre | Traduzido Por Miriam Kaibara | 16 mar, 2021 18:16Tags
Recomendado para você: Harry teve conversas improdutivas com William e Charles, diz jornalista

Como está a relação de Príncipe Harry e Meghan Markle com a família real após a entrevista com Oprah Winfrey? Depois de uma conversa com Meghan e Harry, a jornalista Gayle King parece ter a resposta. 

Após o The Sunday Times publicar que o ruivo teve contato com o irmão Príncipe William pela primeira vez após a polêmica entrevista, a âncora do This Morning, da CBS, deu detalhes sobre essas conversas nesta terça-feira, 16.

"É verdade", disse Gayle, que telefonou para Harry e Meghan no final de semana. "Harry falou com seu irmão e falou com seu pai. A palavra que me deram foi que essas conversas não foram produtivas mas eles ficaram felizes por pelo menos terem iniciado uma conversa". 

Na semana passada, o Palácio de Buckingham divulgou um comunciado em nome de Rainha Elizabeth II, em resposta à entrevista. "A família inteira fica triste ao saber o quanto os últimos anos foram desafiadores para Harry e Meghan", dizia a declaração. "As questões levantadas, particularmente as de raça, são preocupantes. Embora algumas lembranças possam variar, elas são levadas muito a sério e serão tratadas pela família em particular. Harry, Meghan e Archie sempre serão membros da família muito queridos."

leia também
Meghan Markle posa com Príncipe Harry e Archie em foto da 2ª gravidez

No entanto, histórias sobre o casal continuam a se espalhar. "Eu acho que o que ainda está os chateando é que o Palácio continua dizendo que querem agir de forma privada, mas ainda assim eles acreditam que essas histórias falsas estão surgindo e que são muito depreciativas contra Meghan", disse Gayle.

"Ninguém na família real falou com Meghan ainda nesse momento particular. E eu acho que é frustrante para eles verem que é uma conversa racial sobre a família real quando tudo o que eles queriam o tempo todo era que a realeza interviesse e falasse para a imprensa parar com as histórias injustas, falsas e imprecisas que definitivamente tem um viés racial. E até que você possa reconhecer isso, acho que será difícil seguir em frente", disse a jornalista. 

No entanto, ela deixou claro que Harry e Meghan "querem seguir em frente com isso" e "querem a cura nesta família". 

No início deste mês, o Palácio lançou uma investigação sobre as acusações de intimidação contra Meghan. O Times relatou que Jason Knauf, que anteriormente atuou como secretário de comunicações do duque e da duquesa de Sussex, apresentou uma queixa contra Meghan em 2018 e que seu e-mail foi encaminhado ao chefe do RH. Segundo o jornal, o e-mail, que o E! News não viu nem verificou, alegou que a "Duquesa conseguiu expulsar dois funcionários no ano passado" e estava "tentando minar" a confiança de um terceiro funcionário. Um porta-voz do casal negou as acusações, chamando-as de "uma campanha de difamação calculada com base em desinformação enganosa e prejudicial", bem como um "ataque ao caráter dela".

"A coisa da intimidação foi levantada em 2018 e agora há uma investigação em curso sobre Meghan Markle quando qualquer pessoa que trabalhou com ela vai te dizer exatamente quem ela é", Gayle continuou. "Sabe, ela é uma pessoa muito doce e carinhosa. E como eu digo, Meghan tem documentos que provam tudo o que ela disse na entrevista com Oprah". 

Quanto a William, ele expressou sua intenção de falar com Harry durante visita a uma escola de Londres na última semana. Quando questionado sobre a polêmica do racismo, ele disse, "Nós não somos uma família racista".

Tim Rooke/Shutterstock

Na última semana, o The Times publicou que Harry espera se reconciliar com seu irmão na inauguração de um memorial dedicado à sua falecida mãe, a princesa Diana, que está agendado para julho deste ano.

"A profundidade dos sentimentos e o compromisso de honrar a mãe transcende qualquer dificuldade causada pela entrevista", disse um suposto amigo ao jornal. 

Ao falar sobre William com Oprah, Harry disse que "o ama demais", mas que eles estão em "caminhos diferentes". Quanto ao seu relacionamento com seu pai, o príncipe Charles, Harry disse "há muito o que trabalhar", mas disse que "sempre o amará". O Príncipe de Gales ainda não comentou publicamente sobre a entrevista.

 

Reviva o casamento do príncipe William e Kate Middleton em seu 9º aniversário