Shakira é alvo de torcida machista do PSG antes de jogo contra Barcelona

A hashtag #RespectShakira começou a viralizar na web depois que um cartaz dirigido à cantora foi visto antes de uma partida de futebol.

por Elyse Dupre | Traduzido Por Sally Borges | 09 mar, 2021 21:01Tags
ShakiraJohn Parra/Getty Images

Shakira está recebendo apoio dos fãs do mundo inteiro. No domingo, 7, a hashtag #RespectShakira começou a viralizar no Twitter após Shakira ser alvo da torcida machista do Paris Saint-Germain.

Fotos de cartazes direcionados à cantora de 44 anos se espalharam pelas redes sociais. Um dos banners dizia "Shakira a La Jonquera". 

De acordo com um artigo de 2012 do jornal The New York Times, La Jonquera está localizado na fronteira entre a França e a Espanha; e tem "um dos maiores bordeis da Europa". 

O The Sun relatou que o cartaz foi segurado por um grupo de torcedores do Paris Saint-Germain. A equipe de Neymar deve enfrentar o FC Barcelona pela Liga do Campeonato da UEFA na quarta-feira, 10.

leia também
As vezes que Marta Silva inspirou mulheres e honrou o futebol feminino

Como os fãs sabem, o amor de longa data de Shakira, Gerard Piqué, joga pelo Barcelona. Porém, o profissional, que divide dois filhos com a estrela de Hips Don't Lie, não deve jogar na partida devido a uma lesão no joelho.

Esta não foi a primeira vez que Shakira foi alvo dentro do futebol. Em 2012, os fãs do Real Madrid colocaram o nome da estrela em uma boneca inflável após o clube ganhar o título da Liga Espanhola. Em 2016, cartazes sobre ela também foram vistos em outras partidas de futebol.

DOMINIQUE FAGET/AFP/GettyImages

Depois que essas fotos ressurgiram, os fãs da artista recorreram às redes sociais para criticar esse comportamento.

"Estamos em 2021 e eles ainda se safam com comentários repulsivamente sexistas feitos em banners, cantos sexistas dirigidos a ela, etc. É uma ocorrência regular que já dura anos", disse um internauta. "Ela não merece isso como nenhuma outra mulher. Não devemos ficar parados e aceitar que ela seja degradada. #RespeitoShakira".

"Vez após vez, estamos vendo casos de mulheres trabalhadoras sendo insultadas ou envergonhadas, seja na indústria da música ou, neste caso, no mundo do futebol. É hora de levantarmos nossas vozes e denunciarmos essa misoginia. #RespectShakira # WomensHistoryMonth", mandou outro.

"Isso realmente precisa parar. Os times de futebol, ou QUALQUER UM, não devem fazer termos depreciativos / misóginos em relação a Shakira, ou qualquer outra mulher. Pare. #RespeitarShakira", escreveu mais um.

Shakira, Piqué e os clubes envolvidos não se manifestaram sobre o assunto.