Meghan Markle "sabia que situação ficaria feia" antes da entrevista à Oprah

Amigos anônimos de Meghan falaram com o biógrafo real Omid Scobie, alegando que "nada vai impedir" a Duquesa de falar na conversa com Oprah Winfrey.

por Lindsay Weinberg | Traduzido Por Miriam Kaibara | 04 mar, 2021 14:36Tags
Recomendado para você: Meghan Markle "sabia que situação ficaria feia" antes da entrevista à Oprah

Meghan Markle já esperava que a "situação ficaria feia", após decidir dar entrevista bombástica à Oprah Winfrey. Em nova prévia da conversa com Oprah, divulgada nessa quarta-feira, 3, Meghan afirma que a família real "perpetua mentiras" sobre ela e Príncipe Harry

Na terça-feira, 2, o The Times publicou duas matérias citando fontes não identificadas que afirmavam que Meghan intimidou funcionários reais e expulsou dois assistentes do palácio.

Como resposta, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado nessa quarta-feira, 3, anunciando que sua equipe de RH investigaria os incidentes relatados que supostamente ocorreram há cerca de dois anos e meio.

"Membros da equipe envolvidos na época, incluindo aqueles que deixaram a empresa, serão convidados a participar para ver se as lições podem ser aprendidas. A Royal Household tem uma política de Dignidade no Trabalho em vigor há vários anos e não tolera e não tolerará intimidação ou assédio no local de trabalho"

leia também
Meghan Markle diz que família real "perpetua mentiras" sobre ela e Harry

Nessa quarta-feira, 3, Omid Scobie, autor de Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of a Modern Royal Family, falou com amigos não identificados de Meghan e Harry em matéria para a Harper's Bazaar sobre as acusações.

Shutterstock

"Harry e Meghan sabiam que a coisa ficaria feia nesse período [antes da entrevista com Oprah], mas ver uma tentativa tão óbvia de destruir o caráter dela foi angustiante e perturbador", disse um amigo ao repórter.

Outro amigo chamou a matéria do The Times de "um ataque preventivo" sobre a aguardada entrevista do casal com Oprah, que vai ao ar no dia 7 de março.

"Você não pode ignorar o timing disso. Isso foi feito para destruir o caráter dela ou enfraquecer os assuntos que eles vão discutir no domingo", disse uma fonte próxima ao casal.

"Tentaram de tudo contra eles nesta semana, mas mas no fim das contas, nada os impedirá de compartilhar sua verdade", disse um amigo.

Amigos da ex-atriz de Suits também defenderam Meghan na Harper's Bazaar. "Essas acusações estão muito distantes da mulher que eu conheço", disse uma pessoa descrita por Omid como amigo próximo da Duquesa. 

Um amigo de Meghan há 10 anos disse à revista que Meghan "se sentiria péssima" se soubesse que um funcionário "se sentia daquela forma trabalhando com ela". 

"Eu também sei que ninguém nunca a abordou sobre nada do tipo durante aquela época. Ela sempre foi gentil e atenciosa com seus amigos e colegas".

Harpo Productions/ Photographer: Joe Pugliese

A Duquesa está triste por esse último ataque ao seu caráter, particularmente como alguém que tem sido alvo de assédio moral e está profundamente comprometida em apoiar aqueles que passaram por essa dor e trauma", disse representante de Meghan em comunicado sobre as acusações.

"Ela está determinada a continuar seu trabalho construindo compaixão ao redor do mundo e vai continuar lutando para ser um exemplo por fazer o que é certo e fazer o que é bom".

Nessa quarta-feira, 3, uma nova prévia da conversa com Oprah foi divulgada onde Meghan faz declaração bombástica. 

"Eu não sei como eles poderiam esperar que depois de todo esse tempo nós ainda ficaríamos em silêncio, quando há um papel ativo que a família real desempenha em perpetuar mentiras sobre nós", disse ela.

Espera-se que o especial cubra a jornada do casal após deixaram seus cargos reais. Um comunicado à imprensa afirmou que Meghan discutirá a vida "como uma realeza, casamento, maternidade, trabalho filantrópico e como ela está lidando com a vida sob intensa pressão pública".

Em novembro de 2020, os advogados de Meghan admitiram que ela indiretamente compartilhou informações com Omid para seu livro bombástico, lançado em agosto. O E! News obteve documentos do tribunal do dia 18 de novembro nos quais seus advogados afirmaram que nem Meghan nem Harry falaram com Omid ou com a co-autora Carolyn Durand. No entanto, seus advogados disseram que a Duquesa teve contato com uma amiga que ela sabia que estava conversando com os autores para garantir que não houvesse "deturpação" de seu relacionamento com seu pai, Thomas Markle.

 

Momentos históricos do príncipe Harry e Meghan Markle