Gina Carano quebra o silêncio após ser demitida de The Mandalorian

A ex-intérprete de Cara Dune se manifestou nesta sexta-feira, 12, e falou do novo trabalho com a Daily Wire.

por Mike Vulpo | Traduzido Por Sally Borges | 12 fev, 2021 21:34Tags
Gina Carano, MandalorianDisney+

Gina Carano quebrou o silêncio após sua saída repentina de The Mandalorian. A Lucasfilm confirmou nesta semana que Gina havia sido demitida por publicações ofensivas nas redes sociais.  

A ex-intérprete de Cara Dune, na série do Disney+, disse nesta sexta-feira, 12, ao Deadline, que já está trabalhando duro em novo projeto.

"O Daily Wire está ajudando a realizar um dos meus sonhos - desenvolver e produzir meu próprio filme", compartilhou a atriz. "Eu gritei e minha oração foi atendida. Estou enviando uma mensagem direta de esperança a todos que vivem com medo do cancelamento pela multidão totalitária".

Gina continuou: "Eu apenas comecei a usar minha voz, que agora está mais livre do que nunca, e espero que inspire outros a fazerem o mesmo. Eles não podem nos cancelar se não permitirmos isso".

Embora detalhes específicos sobre o projeto sejam mantidos em sigilo, o Daily Wire disse que ela desenvolverá, produzirá e estrelará um filme.

leia também
Pai de ator que foi demitido da série The Walking Dead desabafa na web

"Não poderíamos estar mais animados em trabalhar com Gina Carano, um incrível talento abandonado pela Disney e Lucasfilm por ofender a autoritária esquerda de Hollywood", disse o co-fundador do Daily Wire, Ben Shapiro, em um comunicado. "É para isso que o Daily Wire existe: fornecer uma alternativa não apenas para os consumidores, mas para os criadores que se recusam a se curvar à multidão".

Disney+

Em 10 de fevereiro, um porta-voz da produtora por trás de The Mandalorian confirmou ao E! News que Gina não fazia mais parte da Lucasfilm.

"As postagens dela nas redes sociais denegrindo as pessoas com base em suas identidades culturais e religiosas são repugnantes e inaceitáveis".

A notícia veio depois que a hashtag #FireGinaCarano se tornou uma tendência em resposta à sua atividade nas redes sociais. Isso incluiu uma mensagem que ela repôs em seus Stories no Instagram em 9 de fevereiro, que aparentemente comparou a experiência de ser politicamente conservadora hoje à situação do povo judeu durante o Holocausto.

Embora sua postagem tenha sido excluída, Gina também foi criticada por tweets anteriores, incluindo um que zombava do uso de máscaras durante o COVID-19 e outro que perpetuava a falsa narrativa de fraude eleitoral que afetava a eleição presidencial nos Estados Unidos.