Famosos desaprovam falas xenofóbicas de Karol Conká no BBB21

A cantora causou polêmica nesta sexta-feira, 29, ao falar da Paraíba, estado de Juliette, no reality show. Entenda!

por Sally Borges 29 jan, 2021 22:01Tags
Recomendado para você: Famosos desaprovam falas xenofóbicas de Karol Conká no BBB21

Karol Conká causou revolta nas estrelas nesta sexta-feira, 29, e se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. Conká disse que Juliette não teve a mesma educação que ela por conta da região onde nasceu. 

Juliette é natural do estado da Paraíba, enquanto a cantora nasceu em Curitiba, no Paraná. Em conversa com Thaís, a estrela manda:

"Essa pessoa [disse], não é o jeito dessa pessoa, pois na terra dessa pessoa é normal falar assim. Eu sou de Curitiba, uma cidade muito reservadinha... Por mais que eu seja artista e rode o mundo, eu tenho os meus estudos, eu tenho muita educação para falar com as pessoas".

Os internautas logo repercutiram as falas de Conká e acusaram de xenofobia.

leia também
Karol Conká, do BBB21, é processada e pode ser intimada a depor

Diversos famosos, como Wesley Safadão, natural de Fortaleza, Whindersson Nunes, do Piauí, Flayslane e GKay, ambas da Paraíba, desaprovaram a opinião dada por Conká no BBB.

"Tenho muito orgulho do meu Nordeste", escreveu Safadão. "Eu sou do Piauí e muito bem educado", mandou Whindersson.

"Convido todos os nordestinos que tem orgulho do nosso nordeste a levantarem a voz em apoio a Paraibana que ali se encontra sofrendo xenofobia", pediu Flay.

"Xenofobia não passa de falta de educação e da necessidade de umas boas aulas de geografia. Sou Piauiense e fui muito bem educada", falou Elana, ex-BBB. "Só passando pra lembrar que educação nada tem a ver com região", disse Thaynara OG

"Juliette merece respeito. Educação é de berço, não de estado. Não mexe com nosso cristal lapidado nordeste, não, amor", escreveu GKay.

Horas depois da polêmica, a assessoria de Karol divulgou um texto sobre o caso.

"Acreditamos que algumas colocações acabam tendo deslizes quando nos expressamos sem o devido cuidado e julgamento. A conversa da Karol, quando ela relaciona o termo 'educação' à cidade de Curitiba, tem muito mais a ver com a intenção de se mostrar mais reservada, sem que isso seja bom ou ruim; apenas uma característica de comportamento. Seu uso foi equivocado, e mostra que é necessária reflexão sobre falas aparentemente despretensiosas que podem carregar, de maneira aparentemente inocente, xenofobia e outros tipos de discriminação. Pela relação de convivência do jogo, são esperadas simpatias e antipatias. Esse é o BBB! A questão da Karol com a participante Juliette é diretamente envolvida com a circunstância da convivência da casa, de gostar ou não das coisas que acontecem, de possuírem ruídos e sintonias em sua convivência", informa a nota.