FKA Twigs detalha racismo "horrível" que sofreu dos fãs de Robert Pattinson

A cantora contou a Louis Theroux sobre o bullying e comentários racistas que recebeu dos admiradora de seu ex.

por Cydney Contreras | Traduzido Por Sally Borges | 27 jan, 2021 15:42Tags
Recomendado para você: FKA Twigs detalha racismo "horrível" que sofreu dos fãs de Robert Pattinson

FKA Twigs quer que o mundo inteiro saiba o que sofreu com seus ex-namorados famosos. Depois de desabafar sobre a relação abusiva com Shia LaBeouf, Twigs contou que sofreu racismo dos fãs de Robert Pattinson.

Os dois namoraram entre 2014 e 2017 e muitos admiradores do astro da saga Crepúsculo se revoltaram com a escolha amorosa dele.

Em entrevista ao Grounded with Louis Therux, da BBC Radio 4, ela afirma que seu antigo relacionamento a tornou alvo para racismo e outros ataques.

"As pessoas simplesmente me chamam dos nomes mais dolorosos, ignorantes e horríveis do planeta", compartilhou Twigs. "Foi muito, muito profundamente horrível e acho que foi em um momento em que eu senti que não poderia falar sobre isso".

"Ele era o Príncipe Encantado branco deles e eles consideravam que ele deveria estar com alguém branca e loura".

A cantora relembrou ainda como os fãs comparavam sua aparência física a de um macaco. "Digamos que seu estivesse usando um vestido vermelho, eles teriam um macaco com um vestido vermelho ou se eu estivesse em uma bicicleta, eles encontrariam um macaco em uma bicicleta".

leia também
FKA twigs revela que tirou seis tumores do útero

"Só me lembro de que teve um efeito dismórfico massivo em mim por cerca de seis meses a um ano, onde cada vez que via minhas fotos, pensava: 'Nossa, pareço um macaco e as pessoas vão dizer que pareço como um macaco, então eu realmente preciso tentar esconder esse ‘macacismo' que eu tenho'", continuou.

Twigs agora está "muito confiante" com sua aparência, mas reconheceu: "Foi profundamente injusto na época que me fizeram sentir tão constrangida e tão feia. Foi demais. Aquele período foi demais".

Jamie McCarthy/FilmMagic

Quanto ao porquê de nunca ter falado muito sobre o bullying que enfrentou, a artista disse que não sabe inteiramente, mas acha que é porque ela é negra e veio de uma "família de baixa renda" de Cheltenham, Inglaterra.

Além disso, ela explicou que aconteceu em um momento em que ela tinha que "realmente trabalhar duas vezes mais em tudo que eu faço para conseguir um lugar à mesa". 

Agora, quase três anos após o término do noivado, Twigs tem uma perspectiva diferente sobre a experiência, explicando: "Eu sinto que se estivesse passando por isso agora, eu seria capaz de falar sobre isso e fazer algo de bom com isso". 

Na época em que começou a namorar Robert, a estrela twittou que estava "genuinamente chocada e enojada com a quantidade de racismo que infectou minha conta na semana passada".

Mais tarde, ela disse que o vínculo que compartilhava com Robert superava seu desejo de escapar do bullying. Como ela disse, "A positividade que recebo de [meu relacionamento] torna os aspectos mais desafiadores ... muito valiosos".

Além disso, Robert lamentou a forma como os fãs a trataram em uma entrevista de 2017, com Howard Stern. "Eles ficam tão viciados em apenas querer ferir e causar dor em alguém ... É uma das coisas mais difíceis de se saber enfrentar. É um inimigo sem rosto", disse ele, na época.

Shutterstock

Alguns meses depois, o casal discretamente se separou, mas Robert contou que se dá bem com todas suas ex-namoradas, incluindo Twigs

O mesmo não pode ser dito sobre a estrela e Shia LaBeouf.

Em dezembro passado, a atriz acusou Shia de "abuso implacável" e de causar-lhe uma doença sexualmente transmissível.

Em comunicado, o ator negou as alegações, dizendo em parte: "Embora muitas dessas alegações não sejam verdadeiras. Não estou em posição de defender nenhuma das minhas ações".