Exclusivo

O motivo do ponto de ruptura de Kim Kardashian e Kanye West

A musa de KUWTK sempre teve apoio do rapper, mas quando ele parou de fazer isso, o casamento começou a desmoronar.

por Sarah Grossbart | Traduzido Por Sally Borges | 07 jan, 2021 15:09Tags
Recomendado para você: O ponto de ruptura de Kim Kardashian e Kanye West

Kim Kardashian assumiu vários papeis ao longo dos anos: ícone da televisão, magnata da beleza, defensora da reforma penitenciária e mãe de quatro filhos. No entanto, o papel que Kim mais se dedicou foi o da esposa apoiadora.

Descrito por ele como "o maior artista que Deus já criou", Kanye West nunca se intimidou em oferecer sua opinião sobre qualquer situação, enquanto sua esposa sempre o defendeu obstinadamente em todas as vezes. 

A musa de Keeping Up With the Kardashians já o defendeu em rixas com outros músicos, o aclamou quando ele apoiava Donald Trump e colocou panos quentes quando ele escreveu vários tweets insanos. Tudo isso pensando no apoio que o rapper também dava a ela.

"Já passamos por muita coisa juntos, sabe", explicou ela a Van Jones, em episódio de 2018 do The Messy Truth. "Eu o conheço desde sempre. Ele se colocou contra o mundo por mim quando todos disseram a ele ‘Você não pode namorar uma garota com um vídeo de sexo. Você não pode namorar uma garota de reality show. Isso vai arruinar sua carreira'".

leia também
Kim Kardashian é vista usando aliança enquanto cogita divórcio com Kanye

O vencedor do Grammy ignorou cada aviso sem nenhuma consideração. "Todo mundo disse isso a ele. E para mim, ele estava tipo ‘Você não vai me dizer o que fazer. Eu vou deixar você saber que vai ficar tudo bem'. Ele sempre foi essa força para mim. por isso, sempre vou amá-lo e apreciá-lo por sempre me defender".

Shutterstock

No entanto, Kanye, que até revelou que a estrela pensou em fazer aborto, falhou em estar ao lado de Kim.

Enquanto isso, ele segue no rancho Jackson Hole, de US$ 14 milhões, onde ele gravou seu 10º álbum de estúdio, se encontra com artistas de seu selo GOOD Music e cria peças para sua linha de moda. "Ele está focado exclusivamente na criação agora e é muito radical sobre isso", disse uma fonte ao E! News, no ano passado. "Ele passa horas criando novas músicas, editando ou criando peças para sua linha, e não se dá pausas".

O que significava que sua esposa não tinha tempo para respirar enquanto fazia malabarismos com seu trabalho, os exames da Ordem dos Advogados e os cuidados de North, de 7 anos, Saint, de 5 anos, Chicago, de 2 anos e Psalm, 19 meses, na principal casa da família, em Calabasas.

O coronavírus manteve todo mundo em casa, transformando pais em professores e entretendo os filhos 24 horas por dia. "2020 foi difícil estar em casa com as crianças o tempo todo", explica uma fonte próxima. "Ter quatro filhos é caótico e louco. Kim estava exausta. Era uma situação estressante, ela estava estudando e lidando com muita coisa".

No final das contas, embora Kanye tenha ganhado tempo com as crianças, incluindo uma participação especial na viagem tropical de aniversário de Kim em outubro e nas férias da família em dezembro na República Dominicana, "eles têm estilos de vida muito diferentes", disse a fonte, "e isso foi deixado muito claro".

E nenhuma parede de flores ou holograma de Robert Kardashian pode consertar isso.

Para uma dupla que procurou alguns dos lugares mais românticos da Europa para cimentar seu compromisso e continuamente se regaram com presentes cada vez mais luxuosos (uma gargantilha casual de US$ 1 milhão da Lorraine Schwartz como presente, uma Birkin pintada à mão para o Natal), tudo isso acaba se tornando cada vez mais banal.

Seus problemas são "questões regulares de relacionamento", disse uma fonte à NBC News, descartando qualquer conversa sobre infidelidade ou algo mais nefasto. É por isso que nenhum dos dois desistiu totalmente da esperança de que uma solução direta possa permanecer.

"Kim e Kanye ainda estão tentando resolver as coisas em seu relacionamento", disse uma fonte. "Eles estão fazendo terapia para consertar o casamento. O divórcio foi discutido, mas Kim quer mais do que tudo que o relacionamento dê certo".

Twitter

Afinal, este é o homem que a fez delirar com o E! News de que "ele realmente é a pessoa mais romântica e mais doce que já conheci em toda a minha vida", ainda voando alto meses depois de seu pedido de casamento épico de 2013 - completo com anel de 15 quilates - no AT&T Park, em São Francisco.

Como ela explicou para a Cosmopolitan no mesmo ano: "Tenho um melhor amigo que me entende e me ajuda em todas as minhas experiências difíceis e vice-versa, sabe? Parece que é isso para mim. Eu costumava pensar: ‘Bem, você pode realmente ter tudo? A verdade, a emoção e a paixão? Agora eu sei que você pode'".

Kevin Mazur/Getty Images; E! Illustration

Mas, sete anos depois, ela está lutando para ver a conexão deles!

"Ela e Kanye estiveram em aconselhamento e tentam resolver as coisas, mas ela não tem muita esperança", admite a fonte próxima. "Ela está em contato com seus advogados novamente para chegar a um acordo". 

Com Laura Wasser, poderosa advogada convocada para lidar com sua separação de 2011 do segundo marido Kris Humphries, sob regime de retenção, "o divórcio foi discutido por um tempo", disse o informante. Temporariamente amenizada pelo plano de Kanye de se conectar à República Dominicana antes das férias, "Kim estava perdida", continua a fonte, "mas ela nunca quis desistir e fará de tudo para tentar resolver os problemas deles". 

Com seus filhos em mente, Kim continua a lutar enquanto enfrenta a perspectiva de cimentar oficialmente a vida separada que eles levam há algum tempo. "Não é mais sobre o casamento, ela sempre vai se importar com Kanye, mas está acabado entre eles", explicou uma fonte. "Kim está focada apenas no que é melhor para as crianças. É uma decisão difícil para ela e ela está descobrindo".

Mas não importa a direção que ela tomar, "a família de Kim é extremamente favorável e estará lá para ela com tudo que ela precisar", disse a fonte.

E isso inclui ajudar a cuidar das crianças, com sua irmã mais velha, Kourtney Kardashian, em grande parte mantendo uma política de portas abertas que permite que os sete filhos das duas, "vão e voltam entre suas casas", oferecendo um ombro amigo enquanto a fundadora da KKW Beaty trabalha exatamente em sua vida. "Não importa o que Kim decida. Eles a apoiam totalmente".

Afinal, esse é apenas o jeito Kardashian.