Justin Bieber nega que seja da Igreja Hillsong após caso extraconjugal de pastor

Nesta segunda-feira, 4, o cantor revelou ter se distanciado da igreja depois que Carl Lentz foi demitido por trair sua esposa.

por Lindsay Weinberg | Traduzido Por Sally Borges | 04 jan, 2021 22:38Tags
Justin Bieber, Carl LentzKevin Mazur/AMA2020/Getty Images for dcp, Shareif Ziyadat/Getty Images

Justin Bieber nega qualquer conexão à Igreja Hillsong, depois que o pastor Carl Lentz foi demitido por "falhas morais", em novembro. Lentz confessou ter traído sua esposa e nesta segunda-feira, 4, Bieber falou sobre o assunto.

O cantor deixou claro que ele não é mais afiliado à Igreja de celebridades, que foi fundada na Austrália. Em seus Stories do Instagram, o dono do hit Holy postou o que chamou de um artigo de "notícias falsas" do Page Six, do qual afirmava que ele estava estudando para ser ministro em Hillsong.

"NÃO ESTOU ESTUDANDO PARA SER MINISTRO OU NEM MESMO QUALQUER COISA PERTO DISSO. NÃO TENHO DESEJO PARA ISSO. ALIÁS, HILLSONG NÃO É MINHA IGREJA. PARA ESCLARECER, SOU PARTE DA CHURCHOME".

A organização, localizada em Beverly Hills, também contou com a presença das cantoras Selena Gomez e Ciara.

"A Igreja não é um lugar. Nós somos a Igreja. Não precisamos de um edifício para nos conectarmos com Deus. Deus está conosco onde quer que estejamos", disse Justin, filosofando sobre Igreja e religião.

leia também
Justin Bieber reage à fã de Selena Gomez que incentivou ataques à Hailey

Em seu feed do Instagram, o jovem de 26 anos também compartilhou mensagem sobre sua fé. "VOCÊ NUNCA PODE FICAR MUITO LONGE DO AMOR DE DEUS. ELE ESTÁ LÁ O TEMPO TODO", legendou ele.

Kevin Mazur/AMA2020/Getty Images for dcp, Shareif Ziyadat/Getty Images

Em 2017, uma fonte disse ao E! News que Bieber tinha sido muito dedicado à Igreja Hillsong durante sua era Purpose. Hillsong o ajudou em experiências estressantes, bem como o ensinou sobre o amor-próprio e como encontrar equilíbrio na vida.

Na época, Bieber se aproximou de Patrick Schwarzenegger, que também estava envolvido com a Igreja. Eles costumavam sair e fazer atividades sóbrias juntos.

O escândalo de Hillsong começou em novembro de 2020, quando o pastor sênior global da Igreja, Brian Houston, anunciou que Lentz havia sido demitido devido a "quebra de confiança, além de uma revelação recente de falhas morais".

Instagram

No dia seguinte, o pastor de 41 anos admitiu a infidelidade em seu casamento.

"Fui infiel em meu casamento, o relacionamento mais importante da minha vida e me responsabilizo por isso. Essa falha é minha e assumo total responsabilidade por minhas ações".

Mais tarde naquele mês, a designer Ranin Karim veio à tona e alegou que ela teve um caso com o pastor. Em uma entrevista para a Vanity Fair, a jovem descreveu como o romance durou de maio a outubro de 2020 durante a pandemia. "Eu realmente gostaria de nunca tê-lo conhecido", disse Karim. "Eu disse isso a ele muitas vezes porque era apenas, tipo, qual é o ponto?".

Em dezembro, as coisas pioraram quando Houston foi registrado dizendo aos líderes da igreja e doadores que Lentz teve "mais de um" caso. O suposto arquivo de áudio vazado foi obtido e publicado pela Page Six, que também relatou que o líder religioso estava em negociações para receber um pacote de indenização.

De acordo com vários canais, Lentz mais tarde entrou em uma instalação de tratamento especializada em ajudar pacientes com depressão, ansiedade e "esgotamento pastoral". O E! News chegou ao representante de Lentz para comentar o assunto na época e não obteve resposta.

Quanto a Bieber, ele permaneceu próximo de seu pastor Judah Smith por mais de sete anos. Smith oficiou sua cerimônia de casamento com Hailey Bieber em 2019 e recentemente apareceu no documentário Next Chapter do músico em outubro de 2020.

Jeff Kravitz/FilmMagic

No vídeo, ele oferece sabedoria ao casal recém-casado, dizendo: "Vocês lutam juntos e lutam bem. É que a dança e a música mudam sem saber. E o único objetivo é continuar dançando".

Smith também os elogiou por serem tão abertos diante das câmeras, acrescentando: "Isso é absolutamente quem vocês são. Isso não é algo que vocês tenham que interpretar. Eu só quero comemorar isso em vocês dois". Bieber respondeu: "Eu simplesmente não suporto coisas falsas".

Já em 2013, Smith falou publicamente sobre sua relação espiritual com o artista canadense. "Justin e eu compartilhamos as Escrituras regularmente e nos comunicamos", disse Smith ao E! News, na época. "E eu acho que você encontra muito conforto e clareza nas Escrituras".