Neymar é notificado pelo Ministério Público por suposta festa de Ano Novo

O jogador tem causado burburinho por uma tal celebração de Réveillon. Saiba mais detalhes.

por Sally Borges 31 dez, 2020 13:34Tags
Neymar Jr.Instagram/@neymarjr

Neymar tem causado enorme polêmica nos últimos dias por organizar suposta festa de Ano Novo em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. No entanto, Neymar pode não realizar a tal celebração de Réveillon.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro notificou o jogador do Paris Saint-Germain após receber "diversas reclamações" sobre as comemorações em meio à pandemia do Covid-19.

De acordo com o UOL, o MP-RJ pede esclarecimentos sobre as festas entre o Natal e o Ano Novo, em caráter de urgência.

Além do craque, que chorou em campo recentemente, os condomínios PortoBello e Aero Rural também receberam as notificações.

leia também
Os momentos hilários das lives de games de Neymar

"A 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Angra dos Reis informa que recebeu diversas reclamações, baseadas em informações divulgadas pela imprensa, sobre os eventos patrocinados pelo jogador Neymar. Acrescenta que notificou o jogador Neymar e os condomínios PortoBello e AeroRural, para que prestem, em caráter de urgência, os esclarecimentos necessários sobre os eventos de virada do ano, com a vinda de informações detalhadas sobre o número de convidados, organização de festas e eventuais medidas sanitárias adotadas", informou a nota, enviada ao UOL.

De acordo com a empresa responsável pelo evento, Neymar teria convidado cerca de 150 pessoas e todas as normas sanitárias impostas pelos órgãos públicos devem ser cumpridas.

O jornalista Ancelmo Gois, do O Globo, informou que o evento deverá custar cerca de R$ 4 milhões, pois incluirá uma banda para tocar diariamente para os convidados. Entre eles, estão alguns famosos como Kevinho, Alexandre Pires, Jeito Moleque e diversos influenciadores digitais.

Nas últimas horas, o jogador apareceu jogando pôquer online e com alguns dos "parças" em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Ele não se manifestou sobre a suposta celebração de Ano Novo.