Harry Styles promete novas músicas e elogia anos no One Direction

Em entrevista à Variety, o cantor refletiu sobre sua carreira e não poupou elogios ao antigo grupo. Confira!

por Elyse Dupre | Traduzido Por Sally Borges | 04 dez, 2020 16:23Tags
Recomendado para você: Harry Styles promete novas músicas e elogia anos no One Direction

Harry Styles sabe como agradar seus fãs! Ao aceitar o prêmio Hitmaker do Ano da Variety, na quinta-feira, 3, Harry prometeu voltar a trabalho e trazer novas músicas aos seus admiradores. Amamos! 

"Sim, muito orgulho disso, muito obrigado", disse o muso de 26 anos. "Vou voltar para o estúdio".

A homenagem veio quase um depois de o cantor lançar seu segundo álbum solo, Fine Line. O disco teve grande sucesso, chegando ao topo da Billboard 200, logo após o lançamento. A faixa Watermelon Sugar também garantiu o primeiro lugar na Billboard 100, no início deste ano.

"Acho que nenhum de nós jamais entrou no estúdio com a intenção de fazer sucessos", explicou ele. "Acho que tentamos fazer uma boa música de que gostamos e às vezes isso conecta, às vezes não. E é muito legal pensar que as pessoas gostaram de algumas das músicas do último álbum".

leia também
Harry Styles rebate comentário sobre ser mais "masculino" de Candance Owens

E embora tenha sido indicado a três prêmios do Grammy por Fine Line, Harry sugeriu que não se trata de elogios. "Nunca é por isso que eu faço alguma coisa", explicou ele à Variety.

Durante a entrevista, o cantor também refletiu sobre os estágios anteriores de sua carreira, incluindo seus anos no One Direction. Como os fãs sabem, o gato teve uma banda com Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Zayn Malik, formada no The X Factor em 2010.

Ao longo dos anos, o grupo lançou uma série de hits, como Story of My Life, What Makes You Beautiful, Steal My Girl e muitos outros. Em 2015, Malik deixou o 1D, com o resto dos cantores decidindo dar um longo "hiato" para buscar os próprios esforços no final daquele ano.

"Aprendi muito", disse Harry à revista. "Quando estávamos na banda, costumava tentar escrever com pessoas diferentes o quanto eu podia. Eu queria praticar – e escrevi muitas coisas ruins".

Ainda assim, ele sugeriu que sempre terá amor pelo One Direction. "Quando você olha para a história de pessoas saindo de bandas e começando carreiras solo, elas sentem a necessidade de se desculpar por ter estado na banda. ‘Não se preocupem, todos, não fui eu! Agora posso fazer o que eu realmente quero fazer'. Mas nós amávamos estar na banda".

"Eu acho que há um costume de colocar as pessoas umas contra as outras. E eu acho que nunca foi sobre isso para nós. É sobre um próximo passo na evolução. O fato de que todos nós conquistamos coisas diferentes fora da banda diz muito sobre o quão duro nós trabalhamos nisso", finalizou ele.